Cap 83- O primeiro pedaço vai para?

4.7K 323 22

Jay~

Subo o morro com o Juninho quieto,ele tinha seus olhos na rua.

Eu- Que foi?

Juninho- To pensando,em uns bagulho.

Eu- Sobre?

Ele abre o portao lá de casa e o tranca de novo,subimos para meu quarto e ele tranca a porta,eu tiro o tenis e sento na cama logo ele vem e se senta ao meu lado.

Eu- Vai responder ou nao?- Bufo.

Juninho- Futuro.- Vejo ele tirando o tênis também.

Eu- Futuro?- Deito na cama.

Juninho- Aham.- Ele deita e eu coloco a cabeça no seu peito.

Eu- Como assim?

Juninho- Voce ja pensou como que a gente vai ficar daqui uns anos?

Eu- Juntos espero.- Ele suspira.- Voce não?

Juninho- Claro que sim,mas Jay... A gente nao pode continuar assim escondido,é chato nao poder dizer que eu to ficando com voce.

Eu- Eu sei lindo mas o Jake ... Ai sei lá, eu nao quero que voces dois briguem,voces ainda são meus irmãos mesmo que eu goste de voce mais que isso.- Eu sento em cima do seu quadril.

Juninho- Quer falar pro Jake?

Eu- Vamo tentar ir de vagar,tipo mostrando pra ele aos poucos que a gente ta junto,pode ser?- Passei a mão pela sua barriga .

Juninho- Não sei nao Jay.

Eu- E se...- Eu cheguei perto da sua orelha.- Voce tivesse um entusiasmo?- Mordi o nobulo da sua orelha fazendo ele se arrepiar.

Juninho- Tipo?

Eu- Tipo isso.- Sai de cima dele e puxei sua calça e a cueca box de uma vez vendo seu membro pular para fora.

Eu passei a lingua por todo seu comprimento e lambi a cabecinha bem devagar fazendo ele suspirar,comecei a chupar só a cabecinha o torturando.

Juninho- PORRA VAI TER VOLTA VIU?

Eu sorri e masturbei ele enquanto colocava um pouco mais do seu pau na boca,tirei tudo da boca e masturbei ele vendo Juninho jogar a cabeca pra tras.

Juninho- Pera ai,ajoelha.- Ajoelhei e ele desceu da cama.

Ele fez tipo um rabo de cavalo com a mão me fazendo chupar ele,ele começa a acelerar os movimentos e depois começa a estocar dentro da minha boca,ele me faz fazer uma garganta profunda nele e goza na minha boca,sinto o liquido quente na minha garganta e uma parte escorrer da minha boca,ele solta um gemido gostoso e solta meu cabelo tirando seu pau da minha boca.

Eu- Puta... Que pariu... Quase morri agora.- Digo me jogando pra trás.

Escuto sua risada e logo suas maos apalpam meus peitos,eu sento na cama para tirar minha blusa e ele beija minha boca enquanto tira neu sutiã que tinha fecho atras,ele joga meu sutiã em algum lugar e desce os beijos ate meu pescoço onde eu tenho certeza que deixou um chupão, ele desce ate meus peitos chupando um deles (praticamente mamando ele),ele começa a dar leves mordidas no meu bico que me fazia sentir um calafrio,ele começou a revezar entre chupar,morder,lamber,beijar,ele troca de peito fazendo exatamente a mesma coisa wue fazia no outro,ele para e desce minha calça e minha calcinha jogando também por ai em seguida,ele beija a minha boca e eu seguro a barra da sua blusa puxando pra cima,ele tira a blusa rapidamente jogando ela por ai e  volta a beijar minha boca,ele fez uma trilha de beijos que ia da minha boca,pescoço,peito,barriga e chegou ate minha perna.

A Marrenta No Colegio InternoLeia esta história GRATUITAMENTE!