Sophie's Choice - IV

16 6 0

Maebashi

28 de agosto de 1900

Diário de Naomi (Escrito em inglês)

Aparentemente eu sou uma bruxa.

Como eu descobri? Essa mulher linda apareceu aqui, com um sorriso no rosto e um pedido de perdão pela inconveniência em uma noite tão linda.

Em seguida me disse que era a Morte, que tinha pouco tempo e me contou que eu sou uma bruxa. Fez-me testar meus poderes e disse que em breve eu precisaria deixar o Japão e em um barco ir para a Áustria, onde quer que seja isso e procurar por Kat.

E nas últimas semanas, várias semanas consecutivas, milhares de assim chamados espíritos da natureza vieram fazer uma visitinha e confirmar para mim que eu realmente sou uma bruxa e de um clã muito antigo, aliás. E por assim ser eu devo um servicinho à Morte.

É, porque isso é tudo que uma garota de 15 anos precisa ouvir.

Graz

29 de agosto

Diário de Kat

Tudo está bem na Terra das Vampiras.

- Eu nunca, NUNCA me senti tão bem por ver um corpo na minha vida. – Eu disse, me levantando depois que Ellie me acordou com o braço sangrento de um homem qualquer.

Ela pegou o corpo sobre mim e jogou sobre o jardim, no meio da floresta.

- É isso que vocês fazem? Jogam corpos na floresta?

- Nojento. Vocês não têm medo dos espíritos deles voltarem?

- Os espíritos não voltam, menina. No máximo os corpos.

Quando reconheci a voz de Anika, eu me levantei, finalmente. Meu vestido branco estava completamente arruinado e meus recém curados braços estavam sujos de sangue.

- Fratura aberta, sério? – Perguntei, precisando de um pouco de vingança, olhando para Sophie e Ellie - Amadoras.

- Não me provoque. – Ellie rosnou.

Sorri e olhei para as vampirinhas ao lado de Anika.

- Já sabemos a história aqui?

- Na verdade, estávamos esperando você acorda – Sophie disse, levantando - Porque alguns de nós realmente achamos importante compartilhar as notícias com todas do grupo.

- Supere, Sophie. Eu perguntei a Anika.

Anika deu um passo a frente, deixando as duas gêmeas atrás. Só então eu percebi que eram gêmeas, perfeitamente iguais. Uma com um vestido azul e cabelos soltos e outra com um vestido rosa e um rabo de cavalo meio torto, ambas com sapatos de couro escuro e meias no meio da canela.

- Elas são órfãs, estavam fugindo do circo que está em Graz. Nós conversamos e elas quiseram ser transformadas.

- E agora até ela tem vampiras... – Sophie resmungou, atrás de mim.

- Sophie... – Disse, com um sinal com as mãos a fazendo parar de falar. Olhei para as gêmeas – Qual o nome de vocês?

- Valentina. – Disse a de rosa.

- Miranda. – Disse a de azul.

- E quantos anos vocês têm?

- Onze. – Elas disseram ao mesmo tempo.

- Claro que são mais novas que Anika. – Sophie disse, batendo o pé no chão.

- Eu as transformei para Kat, Sophie. – Anika reclamou, começando a soar como uma criança outra vez.

- Você já está falando e agindo como se fosse Ellie.

- Sophie! – Resmunguei, cansada.

- Não reclame de mim, eu sou a mais fiel aqui. Agora nós somos um grupo de seis, onde só duas são suas vampiras. E você não pode mais transformar vampiras. Vê onde estamos chegando?

- QUIETA SOPHIE! – Eu, Ellie e Anika gritamos ao mesmo tempo a fazendo se assustar e cair sentada na cadeira às suas costas.

Ela rosnou e cruzou os braços.

- Não liguem para ela meninas, esse é o jeito dela. – Anika disse, sorrindo para Miranda e Valentina – Ela pode ser legal quando quer.

Quando as gêmeas riram e começaram a conversar aos sussurros com Anika, Ellie olhou para mim. Era meio como uma autorização para que eu resolvesse esse problema com Anika e tirasse Sophie do meu pé. Pigarreei e as três se viraram para mim.

- Annie, você não pode transformar garotas que mal conhece. – Anika baixou a cabeça, mas eu me aproximei – E por isso eu quero saber o máximo possível sobre vocês duas. Vai ser divertido ter gêmeas no grupo e vocês podem ajudar muito. Mas vocês precisam saber no que estão se metendo e é por isso que nós conhecemos bem quem vamos transformar antes de fazer isso, Anika.

- Sinto muito, Kat.

- Está tudo bem. Você foi de zero assassinatos a dois essa tarde e isso é muita coisa. Em breve você perderá as contas.

Os olhos dela brilharam.

- Sim! E Miranda e Valentina vão ajudar, eu posso garantir isso.

Eu senti Sophie se preparar para falar, mas interrompi antes que pudesse.

- Não, eu cuido disso, Anika. E é melhor você ficar por perto só como amiga.

- Entendi! Pode deixar.

Ellie se aproximou das meninas.

- Vamos lá para dentro e eu vou pegar roupas de Anika para vocês e fazer os ajustes necessários. Depois eu preciso de medidas. – E saiu falando com as três em seu encalce.

Girei os calcanhares para me virar para Sophie.

- Você está certa. Nós precisamos sair de Graz e transformar aquelas garotinhas em assassinas em série.

Maebashi

30 de agosto

Diário de Naomi

Lua nova. Morte apareceu de novo e disse que eu tenho dois meses para achar Kat ou... Deixou isso no ar. As coisas estão saindo um pouco do controle.

As Crônicas de Kat - A História CompletaWhere stories live. Discover now