Cap-23

2.3K 216 26

espero que gostem e boa leitura

xxxxxx

Cap- 23

Pov Lorena

Não sei porque, mais eu fiquei impressionada com o que a mãe do Gustavo disse, sobre a família aumentar, será que alguém tá gravida? Mais quem? Minha irmã? Isabella? Carol? não  pode ser eu, porque eu tomo anticoncepcional todos os dias, desde a minha primeira vez com o Gustavo que eu não me esqueci mais de tomar.

Estou tão pensativa que não vejo quando Carol se aproxima, e se senta ao meu lado, estamos no rio, só que eu ainda não quis entrar na agua.

- então, o que está achando daqui?- pergunta me encarando.

- estou gostando, é tão calmo, tão diferente da cidade.

- sim, acho que por isso meus pais nunca quiseram sair daqui, então meus irmãos e eu resolvemos dá uma reforma em tudo, e contratar seguranças, devido a profissão do Gustavo, nós compramos algumas fazendas vizinhas, por isso é grande, mas antes não era assim, quando éramos crianças isso aqui era pequeno, mais eu amava.

- imagino que sim, aqui é incrível- falo olhando ao meu redor.

Eu não tenho tempo de pensar em mais nada, pois sinto um corpo molhado me abrçar por trás, eu até penso ser o Gustavo, mais não é. É o Lucas, e caramba, eu mato ele.

- para Lucas, não faz isso- falo batendo no ombro dele, e ele, assim como os outros começam a sorrir.

- está na hora de você entrar no rio, Lorena- diz ainda sorrindo.

- eu não quero, me deixa vai, por favor- grito batendo nas costas dele, quando ele chega na ribanceira do rio e se joga comigo em seus braços.

- eu te mato, seu louco- bato nele, ainda mais.

Eu não acredito nisso, o Lucas só pode está ficando maluco, como ele se atreve a fazer isso comigo?
Ele vai se encaminhando para dentro do rio, e eu começo a bater nas costas dele.

- me solta Lucas-você precisa aprender a relaxar titia - fala e pula comigo dentro do rio, e depois eu bato em suas costas.

-eu te odeio, como você pode fazer isso comigo? Seu idiota - eu reclamo, enquanto ele e os outros sorriem de mim, e cadê o Gustavo que não está aqui pra me defender?
Me solto do lucas e começo a lhe da vários tapas.
- aí porra, isso dói- ele fala se defendendo.
- não é pra fazer mais isso comigo- falo e sinto os braços do Gustavo em minha cintura. E em seguida um beijo em meu ombro.
- aonde você estava que não veio me ajudar? - pergunto me virando pra ele.
-estava um pouquinho ocupado meu amor.
- olha o que o Lucas fez comigo - falo e eu estou toda molhada, minha roupa encharcada.
- em minha defesa, foi só uma brincadeirinha - fala sorrindo.
-volta a fazer isso, que eu te quebro a cara- Gustavo diz, e ele apenas sorrir, e vai encontrar Isabella, que estava sorrindo feito uma louca.

- vocês não sabem nem brincar - Lucas fala indo até Isabella e a abraça.

Gustavo me beija, e em seguida me levanta, sustentando suas mãos em minhas coxas.

- já que estamos aqui, vamos aproveitar - ele fala, concordo e tiro meu vestido, ficando apenas de biquíni, e já que o Lucas está próximo a margem do rio.

-Lucas- o chamo e ele se vira - guarda meu vestido - falo jogando sua direção, e ele pega, colocando em cima de uma pedra.

Fico brincando com o Gustavo, por um tempinho, ele me levanta, me joga na água, entre outras coisas.

Minha tentação, meu amor ConcluídaLeia esta história GRATUITAMENTE!