Cap - 21

2.4K 218 17

Cap - 21

Pov Gustavo

Os dias seguintes foram maravilhosos, como eu não queria deixar a Lorena, então praticamente me mudei para seu apartamento. Seus pais ainda não foram embora, já que estavam preocupados com a ela, meu amigo ainda não terminou seu servicinho. Porra, eu quero descobrir o que o Ryan está sorvendo, além de me irritar e querer atrapalhar meu namoro com a Lorena.

E falando nela, estamos deitados na cama, com apenas um lençol cobrindo nossos corpos, foi a primeira vez que nos amamos delícia do seu acidente, e devo dizer que foi algo maravilhoso, acho que também um sexo de reconciliação, mais apesar de gostoso, não sei se quero ter outro sexo de conciliação, porque odiei ficar brigado com ela, sinto ela se mexer, e me abraçar ainda mais, enquanto eu mexo em seu cabelo.

- nós temos mesmo que ir? - ela me pergunta, e sei que está se referindo ao baile do Rubi, que será hoje.

- sim amor, a mesa já foi reservada e nós já conformamos nossa presença.

- sério mesmo?

- sim, então para de preguiça, porque você não terá como escapar, vai ser divertido, você vai ver-falo me abaixando e beijando seu pescoço, e ela ficou toda arrepiada.

- cada um tem que pagar? - ela me perguntou.

- na verdade, o que nós pagamos foi a mesa - eu respondo.

- e quanto é a mesa?

- 800 reais- falo e ela levanta e me encara.

- 800 reais?

- sim- falo dando de ombros, eu sempre fui a essa festa, era uma ótima oportunidade para uma caça, várias mulheres lindas em um espaço pequeno, eu fazia a festa, só que hoje não preciso mais disso, já tenho a minha garota, e ela é o suficiente.

- então já que não tenho como fugir disso, terei que ir ao salão, shopping.

- salão eu até entendo, mais shopping? Você tem vários vestidos novos - falo.

- eu quero um novo, e vou aproveitar e chamar a Júlia pra ir comigo, assim ela não vai ficar escapando de me responder.

A Júlia anda escapando da Lorena, pra falar a verdade, sobre o tal médico, e isso está me cheirando a romance clandestino. E as escapatória da irmã, estão deixando Lorena bem irritada.

- você ainda não desistiu não é? - pergunto e ela se levanta um pouco e fica me olhando.

- não! E você sabe disso, eu só quero saber se é ele mesmo o cara que ela fala.

- pode ser estejamos vendo coisas amor- aliso seu rosto e a beijo em seguida.

- tomara, porque se ele realmente for casado, a Ju vai sofrer, agora me deixa ligar pra ela- ela pega o celular que estava no criado mudo, e liga para a irmã.

- oi Jú.

-tudo bem sim e com você?

-que bom, tá ocupada agora?

Minha tentação, meu amor ConcluídaLeia esta história GRATUITAMENTE!