⚠ Sixty-Six ⚠

13.1K 1.6K 1.3K

Boa Leitura!

“Mas eu realmente acredito que, embora o amor possa ferir, ele também seja capaz de curar...”

Jimin P.O.V’s

     Estava com medo, de fato conversei por um tempo com meu cunhado, e tudo que Yoongi dizia sobre os avós paternos, me fazia acreditar que eram uma espécie de monstros. Segundo ele, sua avó é uma mulher séria, que sempre toma as decisões dentro de casa. Apesar de ser uma ômega, sempre teve preconceito com os fracos da família. Segundo ele, talvez a conversa de Jungkook seja mais amistosa, já que ele até há pouco tempo, era seu neto favorito, já que seu tio tem apenas uma filha, ao qual é beta, mas como é uma garota, se torna uma das princesinhas da casa. Já sabia que a tal garota também se sente atraída por meu noivo, por isso mudei de idéia quanto a ficar em casa.

     Apesar de não me sentir bem, o acompanhei até o local. Uma propriedade quase abandonada, meio estranha e sombria. Me senti entrando no terreno de uma bruxa. Apenas a figura do velho mordomo me assustou, e não precisou de Jungkook pedir duas vezes, me grudei em seu braço, e não soltaria por nada. E lá estava ela, quando chegamos ao meio da primeira sala, a mais velha apareceu. Tão bem vestida quanto minha avó, nem mesmo aparentava ter mais de sessenta anos, mas sua expressão de poucos amigos, e a forma que ela me encarou da cabeça aos pés, me fez suar frio, e me grudar ainda mais a meu noivo, já que ele jurou me proteger.

     -Boa tarde, senhora Jeon. –O mais velho se curvou para a mais velha, e eu fiz o mesmo.

     -Boa tarde! –Ela foi seca, apontando um dos sofás. –Sentem-se, por favor.

     -Obrigado. –Agradecemos ao mesmo tempo, mas não permiti que meu corpo relaxasse, ainda mais ao sentir o nervosismo que meu alfa transpassava.

     -O que veio fazer aqui? Achei que havia deixado claro para seu irmão, que não queria ninguém ligado àquela mulher dentro de minha casa. –Segurei minha raiva ao ouvi-la falar de Jihyo daquela forma. –Meu filho morto, e ela se casou novamente.

      -Queria que Omma ficasse sozinha o resto da vida? –Jungkook controlava a raiva, e percebi a situação piorar ainda mais, quando a velha suspirou revirando os olhos. –Desculpe, Halmoni!

     -Que seja. O que veio fazer aqui? –Os olhos dela se fixaram aos meus. –E quem é esse ômega grudado em seu braço?

     -Jimin é meu ômega, e meu noivo. –O mais velho retirou o envelope de dentro da jaqueta. –Viemos pessoalmente, lhe trazer o convite de nosso casamento.

     -Ele não está esperando uma criança, está? –Seus olhos se chocaram contra os meus, e bom eu já tinha uma resposta.

     -Não, senhora! –Usei um tom baixo para respondê-la. –Jungkook e eu vamos esperar para depois que me formar na universidade.

     -Esperto. –Ela me analisou de cima abaixo. –Está cursando o que?

     -Medicina, senhora! –Respondi, apertando a mão de meu noivo.

     -Falando em medicina. Jungkook! Você esteve muito doente há poucos meses, isso é verdade? –É realmente incrível, saber que ela não tem a mínima noção da vida de seus netos, e por pura opção.

     -Sim. Mas estou bem, é o que importa. –Não entendia o porquê de Jungkook ficar tão submisso na presença daquela mulher.

     -Seu avô está no escritório, vá falar com ele. Quero conversar com seu noivo um pouco. –Encarei Jeon com certo receio, mas ele prometeu voltar logo.

Sweet Poison ⚠ Jikook ABO ⚠Leia esta história GRATUITAMENTE!