O Abismo - frases

18 1 0

"a vida de fato é um círculo perfeito, um ciclo infinito e imutável, fim, meio e início, tudo de novo, mais uma vez, vamos lá, só mais essa maldita vez! "

"Entre a vida e a morte há tantas perguntas que jamais serão respondidas, tantos planos que morrerão antes de alçarem voos. Tantos desejos que serão negados. E tantos sonhos que não passarão de cortes que se abrem antes da cicatrização. Não importa pra onde queira ir, no fim todos vão ao mesmo lugar."

" James sempre odiou a ideia de envelhecer, da dependência que o tempo nos obriga a ter desde o nascimento.
James tinha um plano para si, quando já não conseguisse lembrar-se do endereço de casa.
Ele passou a entender os suicidas.
Sempre queremos ter o controle sobre nossas vidas, e quando o cérebro envelhece mais que um corpo enrugado, já perdemos tudo que ainda nos resta.
Estamos fora do jogo."

" Fatalmente amor e ódio são da mesma espécie. De igual poder de devoção. Para amar ou odiar é preciso dedicar-se a alguém."

"A vida é uma maldita montanha-russa. Em uma noite você está fodendo com todas as suas chances. Em outra, está completamente fodido."

" O amor nos torna insensíveis à dor. "

"É o que o ser humano sempre faz. Tenta alcançar o futuro, mas está sempre a cavar o passado. "

"Uma névoa densa parece recobrir a alma depois da morte de quem amamos. Sempre há aquela sensação pesada, aquela mão invisível, a presença onipresente da morte. E a tristeza surge como uma mordida de dor forte, serrilhada, que quer machucar, lacerar, retalhar. Quer fazer sangrar. "

"Se tivesse que matar cada filho da puta no mundo, não haveria munição suficiente."

"...o mundo é uma caixa de pandora, e ninguém tem culhões para abrir e ver o que tem dentro. Cada um se importa com o próprio rabo e é assim que a sociedade como conhecemos funciona. "

"Mas eu estava enganado, e tudo que achava que sabia se desfez com o passar dos anos, e nossa espiral declinava... Era como olhar para um mapa e perceber que estava seguindo pelo caminho errado. Você devia ter virado a próxima direita..."

"Logo voltaríamos ao show de horrores de Julia Collins e minha cena estúpida de desculpas por tudo, para evitar conflitos estafantes e repetitivos, por Allice e ela me daria silêncio, raiva, magoa, e me tornaria o vilão de sua peça fúnebre, com aquela maldita expressão sobre o rosto de, "Você sabe o que está fazendo." Mais raiva, culpa e doses cavalares de auto indulgência. Cafés da manhã sozinho à mesa. "

"A verdade é uma ilusão. Ilusão de ótica. E quando se acorda por vezes raro dessa verdade indelével, antes do instante final, antes do salto. Sentimos aquele vazio frio invadindo todo o corpo por dentro, como acordar com pneumonia no jardim durante o inverno. Uma nova cova é escavada antes da morte, antes de abrir-se o chão úmido e negro, outra se abre dentro do peito. E logo a chama viva, bruxuleia, se amaina e se vai."

"E percebemos que tudo não passava de uma ilusão.
Que vivíamos uma ficção criada por nós mesmos. Um conto de fadas, para preencher lacunas que surgem durante a estrada do tempo. Uma bifurcação, depois, outra, inúmeras ramificações de possibilidades, que podem ser tão reais, quando inatingíveis. A sensação de vazio que nunca é preenchida."

"Eis o fim da linha. É descobrir que o fim é o verdadeiro ponto de partida. Sempre é."

"Mas livros não matam pessoas... Armas matam..."

"É assim que a banda toca no fim das contas. As fichas acabam, ai é hora de voltar para casa, para sua vida de merda, para a realidade que tenta afundá-lo enquanto luta contra a insônia e os pensamentos insones que te atormentam."

"A consumação da vingança quando começa a ferver dentro de seu cérebro, passa a tornar o crime livre de qualquer julgamento moral. Torna aceitável toda e qualquer violência, para aquele que a comete."

O AbismoLeia esta história GRATUITAMENTE!