Capítulo 17 - Três Pegadas

Começar do início

- Acho que isso é ainda pior – Confessei por fim

Eu estava recostada em uma árvore observando Benjamin com seu processo e os outros encontravam-se no outro canto, separando a comida que trouxemos para podermos fazer nossa refeição. Benjamin levantou-se de onde estava e veio até mim, ele se sentou ao meu lado e ergueu o braço de forma hesitante, parecia não saber se deveria me abraçar. Ele era meu amigo e aquela simplesmente era a reação que eu não queria que ele tivesse, apesar de ser compreensível. Me aproximei, acomodando meu corpo perto dele, quando finalmente pôs os braços ao redor dos meus ombros, percebi que a fogueira já estava acesa.

- Nós temos um compromisso com você, Hay. Assim como você tem com a sua missão. Se o nosso destino não estivesse atrelado ao seu, não estaríamos aqui, pense nisso. – Disse para me tranquilizar, ele percebera que eu continuava preocupada mesmo tendo passado bons minutos do início da nossa conversa – Apenas deixe que as coisas vão se encaixar.

Enquanto ele falava eu o observava, concordei no final, suas palavras tinham me dado um pequeno alívio temporário. Virei para frente no momento em que os outros vinham até nós com a comida. Chris nos olhou, mas pareceu não se importar por Ben estar segurando meus ombros e isso me deixou surpresa, ao mesmo tempo feliz. Era um avanço estranho para eles.

- Eu vou tentar, Ben. – Respondi e o líder sorriu antes de me largar para pegar sua refeição.

Christopher veio para o meu outro lado e me entregou um "prato", ele abriu um sorriso simpático quando peguei o recipiente e eu devolvi o gesto agradecida, sem saber como agir quando tudo estava tão bem. Passamos um tempo em silêncio, apenas desfrutando da nossa comida, os únicos sons eram os da floresta que ecoavam além do nosso acampamento.

- Qual o seu palpite para a próxima etapa? – Benjamin perguntou de repente, encarando-me com sua comida perto de ser finalizada

- Depois do que eu vi há minutos atrás, não importa. Vai ser uma droga seja qual for o ser mágico. – Respondi enquanto colocava mais uma porção da comida na boca

- O pior é perceber que você não está errada – Julie foi quem respondeu no outro canto, ela já havia terminado o seu jantar e agora, apenas me olhava com seu jeito de sempre. Que aliás, estava me deixando bem confusa ultimamente.

- Não era você quem queria ler o livro que Alec te deu para saber exatamente o que ia enfrentar? – Chris perguntou em tom baixo, bem perto de mim e assumiu uma expressão divertida. Eu já sabia que ele só queria deixar a situação um pouco mais humorada.

- Isso foi antes de Naiá, agora eu prefiro continuar sem saber de nada – Pronunciei vendo-o sorrir com minhas palavras. – Mesmo assim, apesar de ter sido bem perigosa, acredito que essa etapa acabou nos unindo um pouco mais.

Todos viraram o rosto para prestar atenção no que eu estava dizendo. Não era nenhuma mentira, afinal.

- Você acha? – Ben questionou duvidoso e levemente irônico

- Mas é claro! Você ajudou Christopher assim como Giovanna, não preciso dizer que isso é um avanço e tanto. – Respondi, assumo que minha voz também estava levemente debochada

Eles trocaram olhares entre si por um momento. Observar suas expressões me deu a certeza de que também notaram isso.

- Me desculpe, mas eu acho que foram apenas ações por impulso. Só para a gente se salvar mesmo.

- Giovanna tem razão. – Chris concordou e eu franzi o rosto

- Isso é o que vocês pensam – Consegui murmurar, porém achei que era melhor deixar aquilo de lado. Se era no que eles acreditavam, está bem, que seja... - Para benefício próprio ou não, vocês ficaram unidos na hora da luta. Mas agora, acho que é hora de dormir, o dia será cheio. Boa noite.

O Mistério de Allíshya - Perdida | Livro 03Leia esta história GRATUITAMENTE!