Capítulo 9

10.4K 1.2K 992

Harry ainda não tinha visto Louis essa semana, e ele já estava achando isso estranho. No entanto, ele não podia perguntar se Niall tinha visto Louis no treino de futebol, porque o pobre rapaz estava doente em casa a uma semana.

Assim que Harry concluiu o período de aulas do dia, se dirigiu para o pequeno banheiro na extremidade norte da escola. Harry muitas vezes preferia aquele banheiro, porque era o mais distante e ninguém andava regularmente por ali.

Ele tinha acabado de lavar as mãos quando ouviu o barulho da porta sendo aberta.

"Ei, você aí, menino cantor."

Liam. Oh God.

Harry se levantou e estava prestes a virar e sair do banheiro, não querendo ouvir os insultos que estavam prestes a serem lançados ao seu caminho, quando ele foi agarrado por Liam e Zayn.

"Ouvi dizer que ainda está escrevendo canções de amor sobre mim", disse Liam ameaçadoramente.

"Eu não sei o que você está falando", respondeu Harry, raiva atando suas palavras. Ele não tinha ido cantar na escola desde que todo mundo descobriu e começou a usar isso contra ele.

"Eu acho que nós precisamos lhe ensinar uma lição," Zayn acrescentou com um sorriso de escárnio, ignorando a confusão de Harry.

Antes que Harry tivesse a chance de registrar o que estava acontecendo, cada um dos atletas o agarrou pelo braço e o puxou para baixo da janela. Eles o jogaram contra a parede e sua cabeça bateu no concreto duro. Harry tentou se esconder dos dois e tentou o seu melhor para segurar as lagrimas. Eles nunca tinham o ameaçado assim. Normalmente era apenas um empurram rápido, mas isso... era totalmente diferente. Um arrepio percorreu a espinha de Harry, quando absorveu os olhares mortais provenientes de cada um dos dois jogadores de futebol.

Harry cavou fundo dentro de si mesmo e encontrou alguma coragem.

"Tudo bem. Você quer me bater? Vá em frente. Mas eu te juro, eu nunca vou mudar. O que eu sou não é errado. Eu sou apenas diferente de vocês. Eu não sou uma vergonha. Então, vá em frente, me bata." Sua voz falhou ligeiramente na última sílaba, mas suas lagrimas tinham lentamente começado a fluir pelo seu rosto.

Os dois ex-amigos de Harry trocaram um olhar divertido antes de voltar a olhar para Harry mais uma vez.

"Pode acreditar que eu vou", disse Zayn com um sorriso maldoso e olhou para Liam. "Você gostaria de começar?"

Harry fechou os olhos e se preparou quando Liam ergueu o punho fechado.

"Você não vai bater em ninguém", disse uma voz diferente.

Harry soltou a respiração que estava segurando e espiou por um olho para ver de quem pertencia a voz que iria salvá-lo de ficar com um olho roxo. Louis Tomlinson estava na porta do banheiro com os braços cruzados sobre o peito e um olhar severo em seu rosto.

Liam e Zayn soltaram Harry, que nem tinha percebido que eles tinham o levantado, tirando seus pés do chão. Louis olhou em torno dos dois meninos, até que seu olhar se encontrou os belos verdes pertencentes a Harry.

"Harry?" Ele perguntou lentamente ", você está bem?"

Harry não conseguia falar. Ele apenas acenou com a cabeça lentamente.

Liam e Zayn trocaram olhares de novo, só que desta vez, eles eram repletos de confusão.

"Tomlinson? Que diabos?"

Louis ignorou seus companheiros de equipe, seu olhar permaneceu em Harry. Seus olhos azuis brilhavam com sinceridade. "Eu não vou deixar ninguém te machucar."

"Cara, qual seu problema?" Liam perguntou, acenando com a mão na linha de visão de Louis, a fim de chamar a atenção do garoto.

"Saia.", Louis respondeu com um grunhido.

Zayn olhou divertido. "Cara, que diabos deu em você? Você tomou alguma droga ou algo assim?"

"Eu disse pra sair. Vocês não vão colocar a mão nele." Louis engoliu seco, quando Liam e Zayn desfilaram até onde ele estava na porta, mas ele não recuou.

O cérebro de Harry tinha começado a funcionar, mais uma vez, enquanto observava seus dois ameaçadores diante do menino muito menor.

Oh Deus. Eles vão matá-lo.

Liam parecia extremamente raivoso. "Sério, dude? Porque eu tenho certeza que posso acabar com os dois facilmente."

"Basta deixá-lo em paz." Louis fez uma careta. "Ele já sofreu bastante na mão de vocês dois, idiotas."

Harry engasgou. Sim, ele está morto.

"Você está brincando com a gente?" Zayn questionou, uma sobrancelha levantada. "Porque eu sei que você não quis dizer isso na minha cara."

"Eu disse isso, eu quis dizer isso. Agora dê o fora daqui e deixe Harry em paz." Disse Louis, enquanto ele cerrava os dentes.

O primeiro soco que veio pegou Louis diretamente no queixo, fazendo-o colidir com a parede atrás dele. Um rugido feroz escapou dos lábios do menino menor, ele endireitou-se e saltou para cima do par de atletas que desviaram. Ele foi capaz de acertar um soco sólido ao lado do rosto de Zayn, ates que Liam prendesse seus braços para baixo ao lado do seu corpo.

Zayn endireitou-se e limpou um pequeno rastro de sangue do seu lábio inferior com o polegar, antes de avançar sobre Louis mais uma vez. "Eu vou fazer picadinho de você. Vou acabar com você."

Louis lutou para libertar-se do abraço apertado de Liam, mas sem sucesso. Um segundo soco pousou em seu intestino e ele soltou um som alto com o ar que foi forçado a sair de seus pulmões. Ele caiu no chão.

Desta vez, ele foi pego no chão por Zayn e foi mantido no lugar enquanto Liam se aproximou pronto para atacar, Louis apontou um cotovelo colocado estrategicamente ao espaço privado do menino mais alto que o tinha agarrado por trás. Zayn caiu no chão arfando de dor.

Os olhos de Liam ficaram pretos quando ele estendeu a mão e agarrou Louis pela gola da camisa o empurrou grosseiramente contra a parede do banheiro. A cabeça de Louis atingiu a parede de cimento, semelhante a Harry momentos atrás.

A visão de Louis escureceu e de repente ele sentiu náuseas. Ele se preparou para o soco que ele sabia que viria.

Só que não veio.

"Pare com isso!" Harry gritou quando ele empurrou Liam para fora da frente do menino menor.

Liam parecia chocado com a nova coragem que Harry exibiu. Zayn só agora estava começando a se recompor, mantendo a mão na virilha, quando atirou punhais contra Harry e Louis.

"Agora você vai ver, viado. Saia do meu caminho Tomlinson."

Louis não se mexeu. Ele colocou o braço na frente de Harry e o puxou para trás dele, ficando frente a frente com os atletas de pé ali.

"E daí? Você tem algum problema com ele só porque ele é gay?"

"Novato do caralho." Liam disse com um grunhido.

Louis pareceu hesitar por um momento. Ele engoliu seco, olhou para Harry brevemente, antes de voltar para seus companheiros de equipe.

"Então eu acho que vocês têm um problema comigo também."

More Than Meets The EyeWhere stories live. Discover now