⚠ Sixty ⚠

18.8K 1.7K 1.5K

Boa Leitura!

“Você me laçou, me prendeu, fui com você arrastado pelo seu ímpeto, pela surpresa em me ver de um dia para o outro seu, você que era apenas uma fantasia, um fetiche, era pra ser apenas um "se" na minha vida, se ele existisse, se me desejasse, se surgisse, e você surgiu e instalou o céu e o inferno no mesmo playground.”

Jimin P.O.V's

     Conversa sobre casamento, tantas coisas para preocupar com a universidade, Jungkook voltou a empresa, Nari ainda internada por conta dos traumas, e deveríamos arrumar um local para instalá-la, até que arrume um emprego, e possa se sustentar. Hoseok a apoia com tudo que está ao seu alcance, e é ele quem a ajuda no processo movido contra o alfa, ainda preso após descobrirem os inúmeros mandados de prisão em seu nome. A rotina imposta em nossas vidas novamente, até sentia saudades. Acordar cedo, me arrumar, seguir para o campus, me acostumar com as mesmas caras todos os dias, me ver preso a uma sala de aula, tudo para seguir um de meus sonhos.

     Nos últimos dias, Jeon vem se mostrando um pouco mais ciumento, já que um aluno foi transferido de outra universidade para a minha, e ficou ao meu encargo apresentar todo o campus a ele. Meu noivo simplesmente cismou que o tal Lee Taemin queria meu corpo nu sobre um colchão. Jungkook consegue ser irritante às vezes, mas aprendi a conviver, meu novo colega de classe é divertido, e merece minha confiança, afinal mostrou respeito com a aliança em meu dedo e a marca em meu pescoço. Após mais uma aula, entrei em um carro, e dirigi até a empresa de meu noivo. O mais velho estava em reunião com Lisa e o representante de outra empresa, um projeto grandioso de arquitetura para um centro de vendas.

     Percebi o nervosismo de Jennie, assim que cheguei ao escritório, desde seu casamento, parei com tanta implicância, mas ela ainda continuava a nos interromper em momentos indevidos, talvez eu tenha me Simpatizado com cinquenta por cento dela. Ela não sabia o que fazer, parecia perdida atrás de algo importante, ou incomodada com algo sério. Talvez estivesse em heat, mas seu aroma já teria tomado o ambiente, ou quem sabe sua alfa seja fãs de brinquedos eróticos, e tenha lhe imposto um castigo, não custa nada provocar.

     -Senhorita Kim! -Ela me olhou assustada. -Posso saber o porque de estar tão inquieta? Tem algo beliscando seu traseiro?

     -Tem algo beliscando meu ego, senhor Park. -A ômega disse meio enciumada. -Tem que ver quem está em reunião com nossos alfas.

     -Jungkookie disse que era o representante de uma grande empresa, por que tanta apreensão? -O assunto estava me interessando. -Fala logo, Jennie! Se seu patrão estiver mentindo, eu castro ele.

     -Não é um homem, Jiminnie. -Não me importei com tal apelido, na verdade, parei de escutar na parte “não é um homem...”. -E não é para a decoração de um centro de vendas, e para decorar um apartamento no Japão.

     Parei de ouvir quando a porta foi aberta, Lisa saiu bufando dizendo que a criatura era tão chata, a ponto de questionar suas ideias, por isso deixou seu chefe sozinho com ela na sala. E quando a alfa disse o nome, e descobri que na verdade “Ela” era ninguém mais, ninguém menos que uma cantora famosa, chamada Minatozaki Sana, minha vontade de matar Jeon simplesmente dobrou. Entrei na sala de reuniões, percebendo que a tal garota estava perto demais de meu noivo, me aproximei selando os lábios do mais velho. Jungkook pensou em me repreender, mas se calou ao ver meu olhar em sua direção.

     -Vim te buscar para almoçarmos. -Ignorei a presença da garota, mas logo ouvi a mesma fazer um leve som para chamar a atenção. -Oh, desculpe. Não te vi.

     -Bom, acho que seu namorado está ocupado com uma reunião de negócios, poderia nos dar licença. -Jungkook apertou minha mão, pois sabia o quão feio aquilo poderia ficar.

Sweet Poison ⚠ Jikook ABO ⚠Leia esta história GRATUITAMENTE!