Ellie - V

28 10 0

- Não importa o que acontecer, não ataque o bebê. Haverá consequências. – A frase fez com que Ellie voltasse a prestar atenção em mim. Ela apenas soltou um rosnado, então eu sorri – Você deve estar com sede. Vem, vamos ao vilarejo. É noite de festa.

Havia muitas coisas que eu não podia prever quando quis transformar Ellie. O demônio em Alec era a primeira. Os padrinhos imortais sabe-se-lá-de-espécie de Ellie a segunda. O nascimento de um bebê meio demônio, a terceira.

A criaturinha ressonava apertada contra mim então, com o coração aos pulos, mais rápido do que de qualquer humano. Ele tinha os olhos de Ellie, talvez um pouco mais escuros, e todo o resto de Alec. Mas ele não é filho de meu primo. Ele era o ser mais poderoso deste mundo.

Antes de me transformar minha mãe me fez ler diários, cartas e até ficção para que eu fosse muito poderosa do outro lado. Mas eu nunca seria tão poderosa quanto eles. Até que Ellie veio e mudou tudo.

- Precisamos de um nome. – Eu disse animada depois de um tempo.

Ellie parecia entediada, os olhos frios.

- Você escolhe.

- Tem que ser grande, importante, poderoso...

- Eu estou com sede, Kat. – Ela me interrompeu.

Nesse ponto, estávamos próximos da aldeia, onde uma festa acontecia.

- Vê isso? – Eu apontei na direção das pessoas – Todos da festa? São todos seus.

- Todos? – Ela arregalou os olhos, hesitando por trás da sede. Presa as lembranças de humanidade.

- Sim.

- Mas são muitos, Kat!

- E...? – Revirei os olhos - Eu sempre sou julgada por criar banhos de sangue. Um humano a mais, cento e sessenta e quatro a menos, que diferença faz?

Ellie ainda hesitava quando paramos no meio da festa.

- Ellie. Piedade é um sentimento.

Os olhos dela brilharam e ela finalmente entendeu o que eu quis dizer. No fim da noite, eu tinha Ellie, um bebê demônio, e uma cidade fantasma.

- Pierre. – Ellie disse, deitada no chão, vendo o sol nascer.

- Pierre?

- Um nome forte, importante, poderoso. O nome do primeiro homem que matei.

O bebê aceitou o nome com um gorgolejar suave.

As Crônicas de Kat - A História CompletaLeia esta história GRATUITAMENTE!