⚠ Fifty-Eight ⚠

15.8K 1.6K 899

Boa Leitura! ❤

“Não permita que uma relação te machuque, não sai cheio de retalhos de um relacionamento. Ame e não esqueça de amar a si mesmo”

Hoseok P.O.V's

     Vi seus olhos cheios de angústia, exatamente como o de uma pessoa que fez parte de meu passado, mas não quero ver a cena se repetir. As coisas acabaram mal para Minah, morrer daquela forma não foi a saída, mas a garota havia se cansado, através de um amigo, soube o quão arrependida ela ficou por me trocar por aquele canalha. Ele nem mesmo a marcou, não como sua ômega, mas as marcas estavam em seu corpo, camufladas com maquiagem e roupas grandes mesmo no verão. Até que um dia tudo teve seu fim, ainda cheguei há tempo, a levei para o hospital, mas a garota morreu em meus braços.

     A tal garota na boate, me lembrava Minah, meu primeiro amor, tanto fisicamente, quanto emocionalmente. Acuada pelo levantar de voz de um alfa babaca, pensando nos erros que havia cometido na vida, achando que ninguém a amaria por isso. Estava a observando, quieta sentada em um banco, sem sorrir enquanto o idiota forçava até mesmo beijá-la, isso não era quando cantava outras ômegas em sua frente, como se a mais nova fosse um objeto, ou um animal, estava ali para acatar suas ordens. Quando ele a empurrou, deixei o copo de Whisky sobre a bancada, na intensão de me aproximar, mas foi tarde, Jungkook também percebeu a agressão e em um ato completamente insano, partiu para cima do alfa.

     Ouvi Jimin gritar por ajuda, tão atordoado, talvez por nunca ter presenciado algo do tipo, ou preocupação já que seu alfa havia acabado de sair de um longo tratamento, o que não significa estar cem por cento. A confusão durou poucos segundos, mas meu amigo levou a pior, pode ter acertando um golpe, mas apanhou, além de ser expulso como o único culpado de toda história. Consegui arrastar Jeon para o lado de fora, e levá-lo até o carro, quando soube que ele estava bem, e que seu ômega conseguir cuidar do mesmo, tentei voltar para a boate, precisava encontrar a garota, sentia necessidade de saber se ela ficará bem, mesmo que sei qual será sua resposta, nem ao menos sei seu nome, devo respeitar seu espaço.

     Vasculhei por toda a boate, mas não a encontrei, ainda sim vi o babaca agarrado a outra pessoa, ela deveria ter ido embora, ou deveria estar no banheiro. Voltei para o lado de fora, Jungkook disse que estava indo para casa, achei melhor deixar o interrogatório para outro momento, mesmo que minha curiosidade estivesse à mil, afinal, ouvi o mais velho dizer algo sobre defender a amiga de seu ômega, Jimin conhece a garota, e possivelmente poderia me ajudar a encontrá-la. Passei praticamente a noite inteira acordado, e logo pela manhã, acordei com minha irmã dizendo que estava indo com seu alfa até a casa de sua sogra, e talvez não voltaria para o almoço. Me arrumei rapidamente, tomei o café da manhã e sai as pressas do apartamento, com um único destino, mansão Park.

     Toquei a campainha, sendo atendido por um Jungkook irritado, ainda em roupas de dormir. Quando disse o motivo de estar ali, meu amigo me deixou passar, Jeon conhecia a história de Minah, sabe o quanto sofri, segundo ele, a garota quem estou procurando se chama Nari, a mesma que empurrou Jimin no colégio, mas que mudou drasticamente o comportamento. Foi como imaginei, acha que ninguém além do troglodita, é capaz de amá-la por seu passado podre, mas todos merecem uma chance, certo? Esperei por alguns minutos, até ômega desceu, enroscado em um casaco enorme.

     -Woah, Hyung! -Jimin se assustou com minha presença, mas se aproximou, sentando no colo de Jeon. -O que faz aqui tão cedo?

     -Bom dia, Jimin-ah! -Gargalhei quando suas bochechas ficaram vermelhas. -Vim conversar com você, pequeno.

     -Aconteceu alguma coisa? -Seu tom se preocupação foi automático.

     -Não. Mas acontecerá, caso não façamos algo. -Fui sincero lhe arrancando mais curiosidade.

Sweet Poison ⚠ Jikook ABO ⚠Leia esta história GRATUITAMENTE!