Cap 65- Eu to aqui calma.

5.3K 343 29

My~

Já é noite e todos ja foram dormir,Gustavo falou que estava vindo já.

Gu- Oi.- Me deu um selinho.

Eu- Estava preocupada,voce demorou muito.

Gu- Minha mae e seus dramas.- Revirou os olhos.

Eu- O que ela queria?

Gu- Ela ta gravida.

Eu- Uou.

Gu- E vai passar a gravidez na França.

Eu- Voce vai?- O olho triste.

Gu- Lógico que não,eu tenho você.- Beijou o topo da minha cabeça.

Eu- Uffa.- Sorri.

Gu- E aqui?

Eu- Acho que o Dudu esta estranho.

Gu- Como?

Eu- No taxi ele ficou alisando minha perna e me beijou meia lua quando eu mostrei o quarto dele.

Gu- E voce fez o que?- Rosna cerando os pulsos.

Eu- Nada né Gustavo,primeiro dia deles aqui só limpei a onde pegou.

Gu- Eu vou quebra esse muleque mano.- Levantou bravo.

Eu- Gustavo por favor não.- Ele fingi nem escutar.- Por favor por mim.- Peguei nas suas maos colocando no meio de nós.

Ele joga a cabeça pra tras talvez buscando paciencia e me beija como se eu fosse sangue e ele um vampiro,suas maos apertam meus peitos por dentro da blusa e eu solto um gemido baixo,paramos com falta de ar e ele finaliza mordendo o meu labio.

Gu- Eu preciso me acalmar.- Ele me pega no colo e me encosta na parede.

Cai de boca nos peitos e chupa eles me fazendo gemer baixo,ele mordisca,beija,lambe e chupa.

Ele deixa um chupão no meu peito (sorte que nao ficou tao forte e ficou meio escondido),o oho sem saber o que falar e ele sorri safado.

Gu- Voce é minha.- Ele puxa meu cabelo e me beija.

Ele me deita na cama e apalpa meus peitos,beija meu pescoço e vai descendo ate meus peitos voltando a chupar eles,sua mão desce ate meu short e coloca a mão por dentro da minha calcinha,eu me contorço ao sentir um dedo dentro de mim e o outro massagear meu clitóris.

Eu- Gustavo...

Gu- Isso geme meu nome vai.- me deu um tapa na coxa.

Eu- Gus... Tavo

Ele acelerou o ritmo mexendo os dedos rapidamente e eu abafo os gemidos com o travesseiro.

Eu- Eu vou...

Ele puxa meu shorts e a calcinha de uma vez só e coloca a boca na minha ppk me dando linguadas,eu sinto minha perna estremecer e gozo na boca do Gustavo que suga ate minha ultima gota.

A Marrenta No Colegio InternoLeia esta história GRATUITAMENTE!