Capítulo 15 - Memórias

954 107 67

Ágatha

Meu coração estava acelerado, não havia qualquer cadência sequenciada em seu batimento. Eu podia escuta-lo claramente enquanto tentava controlar minha respiração ofegante. Meus pés não paravam, moviam-se rapidamente para longe do caos que havia se instalado em tão pouco tempo e sem qualquer aviso. Não vi a casa ficando para trás, eu sabia que se olhasse naquela direção voltaria para ajudá-los, mas o pequeno embrulho em minhas mãos me faziam ter coragem para continuar. De repente minha visão começou a ficar embaçada, algo desconhecido. Talvez fosse a chuva de sensações turvando-a, mas eu duvidava de que esse era o motivo. Meus pés seguiram por um caminho entre as árvores que eu não conhecia. Olhei ao redor e nada encontrei, porém não demorou para um barulho de passos ecoar no meio das árvores e me assustar.

Queria me esconder mas eu já estava visível demais no meio de uma clareira descampada. Apertei Allíshya em meus braços tentando protegê-la de qualquer coisa que viesse até nós, porém surpreendentemente senti apenas o espaço vazio entre meus braços. Encarei o local em choque, ela não estava ali, eu me encontrava sozinha. Meus olhos buscaram freneticamente ao redor, em busca do pequeno ser que eu deveria proteger, mas ela não estava em lugar nenhum. Tinha desaparecido para sempre. Passos arrastados ecoaram através da floresta, meu coração acelerou mais, todo o meu corpo estremeceu e quando me virei senti o pavor me cobrir. Mahlars saía do meio das folhagens com um sorriso iluminado no rosto. Meu impulso me fez colocar as mãos na cintura em busca da espada, até me lembrar de que ela não estava comigo naquele dia. Ele riu ainda mais ao ver o meu gesto e entender o que eu pretendia.

Engoli em seco. O ódio turvando minha cabeça e a preocupação me deixando sem ar.

- Por que essa expressão, querida? – Perguntou debochado de um jeito que me causou náuseas – Já deveria ter percebido que eu vou tirar tudo de você. Tudo! – Sua voz tornou-se mais sombria, mas eu me recusei a dar um passo para trás – Sua nova protegida é a próxima. - Ameaçou

Arregalei meus olhos assustada

- Hailey... – Escapou dos meus lábios em um sussurro e ele soltou uma risada maligna.

Meu corpo arrepiou-se de forma aterradora, no entanto eu sabia que precisava enfrenta-lo. Me mantive intacta, mas quando ele avançou em minha direção senti que todas as minhas estruturas estavam sendo reduzidas a pó. Eu sabia que o pesadelo estava começando todo de novo...

- Alteza?! – Ouvi a voz distante em meio ao meu desespero. Mahlars ainda vinha em minha direção. – Senhorita Ágatha, acorde!

Meus olhos abriram-se para a realidade e a luz do Sol atingiu meu rosto. Meu coração ainda estava acelerado, resquícios do pesadelo que eu acabara de ter. Era uma mistura de algo real com montagens da minha cabeça, mas ao perceber que nada daquilo estava acontecendo, respirei fundo aliviada. Talvez a visão estranha que Fran havia tido no dia anterior houvesse mexido comigo mais do que eu pensava. Esfreguei meus olhos para eliminar o sono, meus músculos doíam como se eu realmente tivesse enfrentado uma luta durante a noite. Era cansaço emocional, toda essa história com minha sobrinha sempre sugava tudo de mim e me levava para o mesmo lugar: o nada. A história que envolvia Allíshya ainda era um mistério e sua morte um pesadelo que não me deixava dormir em paz por saber que eu tinha sido a responsável pelo que houve. 

A única coisa que ainda me intrigava, era não recordar tudo o que aconteceu durante aquela luta. Me lembrava vagamente do ocorrido, mas podia dizer com todas as letras que aquele dia tinha sido o pior de toda a minha vida e não apenas por causa de Ally. Muitas outras coisas vieram até mim e me atingiram de uma forma tão profunda que me impediram de voltar a ser a mesma de antes. Eu estava marcada para sempre. Meus olhos começaram a queimar e eu sabia que as lágrimas estavam por vir, era sempre dessa forma quando eu me recordava daquela noite.

O Mistério de Allíshya - Perdida | Livro 03Leia esta história GRATUITAMENTE!