⚠ Fifty-Four ⚠

16.8K 1.8K 1.3K

Boa Leitura!

“Busco viver, para viver contigo. Te falo as mais belas frases de amor, para receber teu carinho. Desato o nó, para que ele se fortaleça. Planto sua felicidade, para colher a minha.”


Jimin P.O.V's

     Fiquei feliz com a notícia última visita, depois de tanta luta e aflição, a medula se fixou e começava dar ótimas reações, trazendo resistência e proteção ao corpo do meu alfa. Jihyo também, mesmo grávida, não se desgrudou um segundo se quer do hospital, contrariando meu pai em alguns assuntos, mas no fim ele entendeu, minha mãe faria o mesmo se fosse eu na situação de Jungkook. Meu namorado precisava ficar mais alguns dias no hospital, e quando estivesse pronto o suficiente, viria para casa, terminar o tratamento com nossos cuidados e carinhos. Minha madrasta acabou tendo que ceder, e contratar uma garota para ajudar com as tarefas domésticas, mas o nosso quarto, eu fiz questão de deixar arrumado para recebê-lo, por mais que eu esteja proibido de dormir ao seu lado, outra coisa ruim do tratamento. Quanto menos contato melhor, até seu sistema imune estar forte o bastante.

     Acordei mais cedo que o costume, me sentia bem, aliviado ao saber que a luta estava quase no fim. Passei a dar mais atenção a universidade, principalmente na mudança de semestre. Mesmo com todos os problemas, ainda consegui passar com ótimas notas. Quando contei a Jungkook, ele fez questão de demonstrar seu sorriso de orgulho, de felicidade por ter a mim ao seu lado. Mesmo a contra gosto, querendo curtir aquele clima frio embaixo do meu edredom, sem duvidas seria melhor se meu alfa estivesse ali, mas como não era o caso, a preguiça me fazia companhia. Mas quem pudera, último dia da semana, saia da aula, ia direto para o hospital, passava boa parte da tarde com meu noivo, depois ia para casa e estudava para as provas. Exaustivo, mas consegui.

     Quando desci com a mochila nas costas, minha madrasta estava colocando o café a mesa, sua pequena barriga já era visível, jamais imaginei que fosse ganhar um irmão, a essa altura da vida, mas confesso que fiquei feliz, ainda mais ao ver o sorriso estampado no rosto do velho senhor Park após tal notícia. Após lhe desejar um bom dia, ajudei a terminar de arrumar tudo, até meu pai aparecer em seu típico terno escuro. Tomamos café juntos,  sentindo o ambiente mais leve, longe da tensão de dias atrás, quando Jeon corria risco de vida. Suspirei levemente encarando a tela do celular, estava na hora de enfrentar a universidade, e o último dia de simulados.

     -Omma, poderia dizer a Jungkook que hoje irei demorar um pouco? -Minha madrasta apenas concordou sorrindo. -Vou passar em casa, deixar o material antes de ir para o hospital, talvez eu durma por lá.

     -Certo. Boa aula, querido. -Seu tom de voz, denunciava o quão aliviada ela se encontrava.

     -Obrigado! -Beijei sua bochecha, e em seguida fiz o mesmo na bochecha de meu pai.

     -Jiminnie, cuidado com a direção, as pistas estão escorregadias por conta da neve. -Meu pai alertou, mas eu sabia dessa responsabilidade desde que tirei minha habilitação.

     Peguei o carro que minha avó havia nos dado, sentindo o aroma de meu alfa em cada canto daquele automóvel, me lembrando de tudo que havíamos aprontado ali dento, como sentia falta daqueles toques, os que também foram proibidos pelos médicos. Bando de gente chata, mas se é para o bem de meu noivo, não custa nada esperar mais um pouco. Com a velocidade controlada, cheguei a universidade sem muitos problemas, o professor havia acabado de entrar na sala, não estava tão atrasado. A manhã passou mais rápido que imaginei, mas estando com uma prova importante em mãos, quem vê o relógio rodando? Meu nervosismo por um resultado ainda melhor era evidente, eu e minha mania de querer as coisas corretas.

Sweet Poison ⚠ Jikook ABO ⚠Leia esta história GRATUITAMENTE!