Eu não ligo

1.1K 78 22

~Elizabeth Cooper

      Depois daquela terrível noite, sentada e abraçada com Jughead na frente de um hospital psiquiátrico, ele me levou para casa, ficou comigo como sempre faz quando estou precisando de alguém, me abraçava na maioria do tempo e eu amava ficar abraçada com ele, era tudo o que eu mais precisava naquele momento. Meu pai estava sendo preso naquele mesmo momento, eu não queria ter visto os polícias levando ele de casa e o levando até a delegacia. Eu nunca imaginaria que meu pai fizesse isso, eu nem sei o porquê dele ter feito isso.

      Acordei na minha cama, uma parte do meu travesseiro estava molhada de tanto eu ter chorado. Jughead estava me abraçando e logo eu abri um sorriso. Fiquei lá até saber que ele estava acordado. Depois de alguns minutos, ele se mexeu, virei minha cabeça para saber se Jughead ainda dormia e ele estava abrindo os olhos lentamente tentando se acostumar com a claridade que entrava pela cortina.
- Oi.- Falei me virando, ficando de frente para ele.
- Oi.- Ele deu um sorriso sem descolar os lábios, ainda com dificuldade para abrir os olhos.
      Jughead me abraçou mais forte e deu um beijo na minha testa, aquilo me acalmava tanto, eu estava me sentindo tão bem, mesmo com tudo o que estava acontecendo.
      De repente meu celular toca em cima da minha cômoda, me levanto e pego meu celular para atender.
- Alô?- Falei colocando o celular na orelha.
- Oi, Betty.- Era a voz da Veronica.
- V, oi.- Respondi.
- Eu soube o que aconteceu.- Logo olho para Jughead que levantou os ombros e se deitou de novo.- Eu sinto muito, muito mesmo.
- Obrigada.- Respondo respirando fundo.
- Espero que tudo fique melhor.
- Eu também.- Dou um sorriso e sinto uma lágrima escorrendo pelo meu rosto.- Podemos conversar depois? Talvez se encontrar no Pop's.
- Tá, ótimo. Mas pode ser de noite?
- Pode sim.
- Então tá. Nos vemos mais tarde, tchau.
- Tchau, V.
      Desligo o celular e o coloco novamente na cômoda.
- Contou para ela?- Me deitei na cama e fiquei olhando para Jughead.
- Archie estava me perguntando porque você sumiu.- Ele respondeu dando um sorriso de lado.- Ele com certeza contou para a Veronica.
      Dei uma leve risada e cheguei mais perto do Jug.
- Você não deveria estar com os serpentes?- Pergunto e ele respira fundo.
- Vou ficar com você.- Jughead responde.
- Mas e se alguém descobrir sobre...- Comecei, mas fui interrompida.
- Eu não ligo, Betty, eu quero ficar aqui com você, só se eu estiver te incomodando, aí eu vou embora.- Ele falou em um tom mais alto.
- Não está nem um pouco me incomodando.- Respondo e dou um sorriso de lado.

~Jughead Jones

      Algumas horas se passaram, não almoçamos nada, com tudo o que estava acontecendo acabamos perdendo a fome (até eu). À noite já estava chegando, Veronica ia mandar mensagens para Betty, para elas se encontrarem no Pop's. Já estava um pouco tarde, pedimos uma pizza e logo depois de comer, o celular da Betty vibra e era uma mensagem da Veronica, falando que ela já estava esperando no Pop's.
      Levei Betty até o Pop's e deixei ela na segurança da Veronica - ainda estava bem preocupado com as reações que Betty poderia ter -, depois fui até minha casa. Meu pai estava bêbado sentado no sofá assistindo algum programa de TV que falava sobre a natureza, não sei o porquê.
- Estava com a Betty?- Ele pergunta logo depois que me sento ao seu lado.- Soube o que aconteceu com o Hal, ela está bem sabendo que o pai está preso por tentar matar a irmã?
      Respiro fundo tentando pensar em alguma coisa para falar que não aborrecesse meu pai.
- Ela está bem, eu estava com ela desde ontem, agora ela está com a Veronica.- Mais uma vez eu respiro fundo.- Agora Betty está com a Veronica no Pop's.
      Me levanto e vou para o meu quarto, coloco uma calça de moletom e deito na minha cama para tentar dormir, já que na noite anterior eu só consegui dormir quando já estava de manhã. Eu estava exausto.
      Quando estava prestes a cair no sono, meu celular vibra, era uma ligação da Toni.
- Toni, o que aconteceu?- Pergunto com a voz sonolenta.
- Não vai acreditar no que está acontecendo aqui no bar dos serpentes.- Ela respondeu rápido.
- O que está acontecendo.- Respiro fundo.
- Alice Cooper está aqui, ela está aqui e está voltando para os serpentes!- Toni respondeu eu um tom de voz mais alto e alegre.
- O que?! Como assim?!
- Ela apareceu a uns dez minutos, chegou no Tall Boy, falando que queria voltar agora que o marido foi preso.
- Meu Deus.- Sussurro e coloco a mão na testa.- Eu estou indo para aí.
      Coloco a roupa que estava antes, coloco minha jaqueta dos serpentes e vou até o bar. Meu pai já estava bêbado demais para beber mais ainda, então deixei ele deitado no sofá dormindo.
      Chegando no bar dos serpentes, a primeira coisa que eu vi foi a Alice, estava com a jaqueta dos serpentes e estava com um sorriso no rosto.
Ela realmente quer isso.
- O que está fazendo?- Pergunto me aproximando dela.
- Voltando para a família, Jughead. Ela respondeu sorrindo para mim.- Sei que deveria estar triste pela prisão do meu marido, mas não estou. Ele estava me prendendo, não deixando eu fazer tudo o que eu queria desde que voltei para Riverdale e o que eu queria era voltar para os serpentes.
- Mas e a Betty, ela sabe disso?- Pergunto em um tom mais baixo.
- Não se preocupe, agora sou uma serpente, o que significa que Betty é uma metade do Sul, o que também significa que vocês podem ficar juntos.- Ela sorriu mais ainda, retribui um sorriso aliviado.
- Deve estar feliz com essa notícia, não é mesmo, Jones?- Tall Boy se aproxima de mim.
- Deixa ele, Tall Boy, você é o problema daqui, se toca!- Alice falou quase gritando, o que me fez abrir mais um sorriso.
Tenho a melhor sogra do mundo.
(risos)

Mais um capítulo escrito correndo, mas que eu fiz com muito carinho
Carambaaaaa Alice de volta para os serpentes, é ou não a melhor do mundo? Kkkkkk

Bjinhooos

a love story. ❃ bugheadLeia esta história GRATUITAMENTE!