Como você pode?

1.3K 93 43

~Jughead Jones

      Cheguei no Pop's antes de Archie, me sentei em uma mesa no fundo e fiquei esperando. Archie chegou depois de alguns minutos, foi direto para a mesa em que eu estava sentado.
- Pode me explicar o que aconteceu?- Ele perguntou se sentando a minha frente.
- Eu vou explicar...- Respirei fundo.- Você vai ficar bem bravo.
- Jughead.- Archie cruza os braços na altura do peito.
- Eu virei um serpente...- Comecei mais fui interrompido.
- O que?! Jughead!- Ele falou em um tom mais alto.
- Posso terminar?
Ele arqueia uma sobrancelha e olha para mim esperando eu terminar.
- Eu fiz isso para ajudar o meu pai.
Archie respira fundo e olha para mim.
- Você sabia que teria que terminar com ela?- Ele pergunta.
- Eu não sabia...- Respiro fundo e olho para Archie.- Eu pensava que como eu comecei a namorar com ela antes de virar um serpente, eu não iria precisar terminar com ela.
- Cara.- Archie parecia chateado e com raiva.- Você não tem noção de como ela está.
- Eu tenho noção, eu tenho muita noção.- Coloquei a mão no rosto, pensando na merda que eu tinha feito.
Ficamos no silêncio por alguns segundos, depois Archie olhou para mim arqueando uma sobrancelha.
- Você a ama?- Questiona.
- O que?- Pergunto em um tom mais alto.- Archie, é claro que eu a amo.
- E ela te ama, mas vocês nunca puderam falar isso um para o outro, Jughead.
Depois desse pequeno discurso do Archie, percebi a burrada que eu tinha feito.
- Eu preciso ir, Archie.
Me levanto da mesa, deixando Archie sozinho, vou para casa e passo o resto do dormindo trancado lá. Eu precisava explicar tudo para Betty, ela poderia acabar que nem a irmã dela, e eu não gostaria que isso acontecesse.
Mais uma noite sem dormir. Me levanto da cama e me troco. Vou até a cozinha, mas estava sem fome, meu pai estava sentado no sofá com a mão no rosto.
- O que foi?- Questiono.
- É isso mesmo o que você quer?
- É pai, eu vou dar um jeito.- Pego a minha mochila e saio em direção a escola do Sul.
Chegando lá, me deparo com uma coisa que eu nunca pensava que iria ver na minha vida. Toni Topaz beijava Cheryl Blossom, nas paredes da escola do lado Sul.

~Elizabeth Cooper

Segunda-feira chegou, eu acordo, me troco e vou para a escola. Como sempre eu não como nada antes de sair.
Na porta da escola eu encontro Veronica, que deveria estar me esperando.
- Você está bem?- Ela pergunta.
- Sim...- Respondo e depois olho para baixo.- Não.
Veronica me abraça com força, eu retribuo o abraço. Todos a nossa volta estavam nos olhando estranhamente.
- Vai passar.- Veronica me afastou e sorriu sem descolar os lábios.- Não vai ficar triste para sempre.
Espero que Veronica tenha razão. Jughead conseguia fazer coisas que ninguém tinha conseguido fazer antes comigo: me fazer se apaixonar, me fazer amá-lo e partir o meu coração.
A maioria das pessoas naquela escola, já sabiam sobre o término. Pessoas que eu nunca tinha visto, se aproximavam, falavam que homem não presta e que eu ia achar outro melhor. E isso me deixava com raiva.
As primeiras aulas, foram normais como as outras, só tinha uma coisa de diferente, Jughead não estava lá para ficar me observando a aula inteira.
      O intervalo chegou, eu estava sem fome alguma, Archie e Veronica estavam sentados a minha frente e não paravam de me olhar.
- Vocês podem parar? Por favor.- Falo olhando para os dois, que viraram a cabeça para baixo rapidamente.
      Depois o sinal tocou, fui para as últimas aulas, e era sempre a mesma coisa, faltava um pequeno detalhe nessas aulas, e eu sentia tanta falta desse pequeno detalhe.
      As últimas aulas passaram, e eu fui diretamente para casa.

~Jughead Jones

      Me aproximo lentamente de Cheryl e Toni, que ainda se beijavam ferozmente contra a parede da escola. Eu estava esperando elas pararem para mim conseguir falar com a Toni.
      Depois a Cheryl se afastou e deu um sorriso, falou alguma coisa que eu não consegui ouvir direito e depois foi embora. Me aproximei de Toni com os olhos arregalados.
- O que foi isso?!- Questiono quase gritando.
      Toni se virou assustada para mim.
- Estava me espionando?- Ela pergunta. Eu cruzo os braços na altura do peito.- Não pode contar para ninguém.
- Toni! Prestou atenção no que você acabou falar?- Ela assentiu com a cabeça.- Você falou para o Tall Boy, sobre mim e a Betty, porque eu não poderia contar de você e a Cheryl?
- Jughead, você não faria isso.- Toni chegou mais perto de mim.
- Eu faria sim e acho que vou fazer.- Me viro para a entrada da escola e saio disparado para dentro.
      As aulas passam, eu me mantive em silêncio em todos as aulas. A escola inteira olhava para mim, completos estranhos -tirando os serpentes-, me olhavam o dia inteiro. Depois, eu sai da escola, e logo quando sai pela porta da sala, alguém segura meu braço, me viro e era a Toni.
- O que você quer?- Pergunto cruzando os braços.
- Jughead, por favor...- Ela me solta e olha para mim.- Não pode contar para o Tall Boy que eu namoro com uma do Norte.
- Eu posso sim, direitos iguais, você pode, eu posso.- Falo arqueando uma sobrancelha.
- É diferente, Jughead.- Os olhos de Toni enchem de lágrimas.
- Não Toni, não é diferente, a culpa é sua eu não estar com a Betty ainda.- Percebo que Toni estava quase chorando.
- Me desculpe!- Ela falou em um tom mais alto.
- Eu não te desculpo.
      Me viro até a saída e vou para casa.

Aqui nessa fanfic, Choni é real, omg
Mas fiquei com raiva da Toni, com certeza kkkkkk vocês também ficaram?
O que acharam?
Bjinhooos

a love story. ❃ bugheadLeia esta história GRATUITAMENTE!