Por favor

1.5K 96 13

~Elizabeth Cooper

      Eu e Polly terminamos de tomar o milkshake e ficamos conversando sobre algumas coisas do tipo: Polly vai voltar para o último ano do ensino médio.
      Nós nos levantamos para ir embora, quando Veronica tinha acabado de entrar no Pop's.
- Veronica!- Digo acenando para ela.
- Quem é?- Polly pergunta se virando para mim.
- Essa é a Veronica, conheci ela na escola.- Dou um sorriso de lado enquanto Veronica estava se aproximando com um sorriso no rosto.
- Betty!- Ela me abraçou com força e depois olhou para a Polly.- Você quem é?
      Dou um sorriso e olho para Verônica.
- Minha irmã.
- Não me disse que tinha uma irmã.- Ela fica chateada.
- Não disse quase nada sobre mim.- Respondo dando um sorriso de lado.- Bom, Veronica essa é a Polly, Polly está é a Veronica.
      Veronica estende o braço em direção a Polly.
- É um prazer conhecê-la.- Ela da um sorriso.
- Igualmente.- Polly da um sorriso aberto pegando na mão de Veronica.
- Polly, gravou o caminho de casa?- Pergunto dando um sorriso.
- Gravei, pode ficar tranquila.- Polly da um sorriso de lado.- Eu vou indo, tchau.
- Obrigada.- Respondo e olho Polly sair do Pop's.
      Me sento novamente na mesma mesa em que estava antes.
- Então... Como estão as coisas entre você e o Archie?
      Veronica olha para mim assustada, e depois respira fundo.
- N-nada bem.
- Ah.- Olho para Veronica arqueando uma sobrancelha.

~Jughead Jones

- Eu não posso fazer isso!- Respondo ficando nervoso novamente.
- Você quer ou não ajudar o seu pai?- Penny se levanta e vai até mim.
- É claro que eu quero!- Falo em um tom mais alto.
- Então...
- EU PRECISO PENSAR!
      Todos olharam para mim, e o silêncio tomou conta do lugar. Penny ainda olhava para mim esperando uma resposta.
- Jughead não faça isso.- Meu pai falou de trás da Penny com a voz fraca.
- Cale a boca, FP!- Penny gritou olhando para o meu pai e depois se virando para mim novamente.- Não tenho a noite toda. Sim ou não?
- Tem que ter outra coisa que eu possa fazer, não tem?- Respiro fundo.- Tem que ter!
      Tall Boy também se aproxima de mim, fazendo com que eu inclinasse minha cabeça para trás para poder vê-lo.
- Você não pode fazer mais nada!
      Ele se afastou novamente e cruzou os braços na altura do peito.
- Está bem.- Respiro fundo mais uma vez, e depois olho no fundo dos olhos da Penny e falo.- Eu me torno um serpente, mas não hoje.
- Okay.- Penny diz.- Depois de amanhã, na quarta-feira, você vai voltar aqui, Toni vai te ajudar a aprender as regras e outras coisas.
      Olho para meu pai que estava com a cabeça baixa e a mão na testa.
- Soltem ele.- Penny comandou. Os dois homens que me seguravam, me soltaram e eu olhei para a Penny.- Se não vir quarta-feira, a tatuagem do seu pai será removida, e você mesmo irá fazer isso.
      Penny se vira para a cadeira do meu pai, o soltando e colocando uma jaqueta de serpente em volta dele.
- Essa jaqueta, é temporária.- Ela sussurra no ouvido do meu pai.
      Meu pai começa a andar em direção a saída, eu vou atrás dele.
- Não deveria ter feito isso!- Ele grita quando chegamos perto da moto.
- Ela ia arrancar a sua tatuagem!- Respondo gritando também.
- O que está acontecendo aqui?- Escuto uma voz conhecida vindo de trás de mim.
      Me viro e vejo Archie, com as mãos no bolso e arqueando uma sobrancelha.
- Archie, o que faz aqui?- Questiono cruzando os braços.
- Eu pergunto o mesmo.- Ele também cruza os braços e olha para mim.
Ouço o barulho de uma moto, me viro e meu pai tinha subido na moto e ido embora, sei lá para onde.
- Precisamos ir embora.- Falo.- Agora!
- Tá.- Ele pega uma chave de carro de dentro do bolso.- Vem comigo.
Sigo Archie até um carro que estava estacionado um pouco longe da toca dos serpentes.
Archie entra no carro, e eu entro logo depois dele.
- Você me seguiu?- Pergunto me virando para Archie.
- Segui.- Ele responde.- Eu estava indo até a sua casa, para conversar, você estava em cima da sua moto, e eu decidi te seguir.
- Você não pode contar isso par ninguém, muito menos para a Betty, eu vou contar para ela.- Falo me virando para a frente e me encostando no banco.
- Está bem.- Ele liga o carro e dirige até o Pop's.
Nós chegamos e eu olhei arqueando uma sobrancelha para Archie.
- Por que o Pop's?- Questiono.
- Veronica e Betty estão aí.- Falou Archie apontando para a janela que dava para ver perfeitamente Betty e Veronica conversando.

~Elizabeth Cooper

Ouço um barulho na porta de entrada do Pop's, então me viro para trás para ver quem era. Jughead e Archie estavam sorrindo e olhando para a nossa mesa. Eles vieram até nós, Archie se sentou do lado da Veronica, o que ficou estranho, porque eles não pararam de se olhar. E Jughead se sentou ao meu lado, ele colocou o braço em volta de mim, me fazendo chegar mais perto dele.
- Oi.- Jughead disse olhando para mim e sorrindo.
- Oi.- Dei um beijo na bochecha dele e depois apoiei minha cabeça em seu ombro.
Archie e Veronica, não se falaram, nenhuma palavrinha. Mas eles foram embora juntos, foi estranho, mas eu sei que eles vão se resolver.
- Posso te levar para casa?- Questionou Jughead sorrindo de lado.
- Claro.- Dou um sorriso.
Jughead se levanta, e eu me levanto junto com ele. Como sempre, nós estávamos de mãos dadas e com os dedos entrelaçados.
No caminho para a minha casa, não falamos sobre muita coisa. Contei para ele da Polly, e que ela iria para a escola na próxima semana.
- Chegamos.- Falo me virando para Jughead e sorrindo.
Ele deu um sorriso de lado e colocou suas mãos no meu maxilar para me beijar. Foi um beijo tão bom.
- Tchau.- Falou Jughead sorrindo.
- Tchau.- Também dou um sorriso e me viro para a porta de casa.

Jughead vai virar um serpenteee!
Estão gostando? Comentem para mim saber se vocês querem que eu continue! <3

a love story. ❃ bugheadLeia esta história GRATUITAMENTE!