Cap 57- Vou pegar meu celular no quarto

5.3K 357 34

Luk~

Já faz mais de uma hora que a Angel subiu e eu estou sentado na escada pensando em tudo,realmente tudo estava bem complicado,escuto algo cair no chão como se estivesse quebrado e uma pancada forte,tudo fica quieto e eu corro até a porta e... Droga esta trancada,como vou entrar? Já sei vou arrombar a porta,mas e se ela tiver atrás? Melhor pensar em outra maneira.

Ando de um lado pro outro e entao me lembro sa sacada,vou correndo até o quarto do Gustavo e vou ate a sacada,subo naquele treco que protege pra tu nao cair sabe? Aquele corrimão que fica em sacada? Cerca? Parapeito? Ah sei lá aquele treco,subo nele ficando em pé e encaro o da sacado do quarto que eu e a Angel dormia.

-- Anos de parkour que sirvam para algo agora --

Ps- Não façam isso em lugar nenhum,apenas profissionais podem fazer pois tem esperiencia voces podem se machucar serio.

Pulo e me seguro com as mãos,me jogo para dentro da sacada e vou em direção a porta,estava aberta ainda bem né,entro e vejo a caixa de remédios aberta e algo brilhar perto dela,vou até o banheiro e antes de chegar vejo a Angel caida no chão sangrando.

Eu- AI CARALHO ELA TAVA GRAVIDA.- Olho fixamente pra ela caida.- Pera? A perna e o braço dela que ta sangrando.- Chego perto.- PORRA.-Corro até ela.

Eu- Angel acorda,acorda por favor.- Sacudia ela mais nada adiantava.

Vou até o banheiro e vejo a gilete com sangue,jogo no lixo e pego dentro da caixa de remedio uma gaze e um paninho daqueles tipo atadura,vou até o quarto e limpo um pouco do sangue com a gaze e faço um curativo de emergência,ajoelho no chão e faço respiraçao boca a boca tentando acordar ela mas nada.

Destranco a porta e pego a chave do carro,pego ela no colo descendo com ela nos braços ata fora da casa,vou com ela nos braços até o estacionamente e coloco ela no meu carro.

-- Que belo dia de ferias não acham? --

Jay~

Estava conversando com o Juninho até ele falar que queria assistir alguma coisa,colocamos num canal de desenhos na tv do quarto e ficamos deitados cobertos assistindo

...

Acordo com a voz do Jake lá em baixo e vejo que eu tinha cochilado no peito do Juninho,levanto e dou uma ajeitada no cabelo e desço para a sala vendo Jake e Dany sentados na sala.

Eu- Oi Dany.- Fui ate ela.

Dany- Oi Jay.- Nos cumprimentamos com um beijo na bochecha.

Eu- E as novidades?

Dany- Nenhuma interessante e voce?

Eu- Entao menina eu tava dormindo na cama em cima do...- Olho pro Jake que me olhava como se eu estivesse contando pra ele.- Jake vaza.

Jake- Por que eu não posso saber tambem?

Eu- Serio Jake tchau.

Jake- Não vou sair não.- Cruzou os braços.- Qual é Jay bora conversar.

Dany- Tabom Jake você pode ficar.- Eu reviro os olhos e o Jake sorri vitorioso.

A Marrenta No Colegio InternoLeia esta história GRATUITAMENTE!