Porque você fez isso?

1.6K 99 22

~Jughead Jones

- Drogas?!- Questiono quase gritando.- Você entregava drogas?!
- Sim, Jughead.- Ele respira fundo se virando para mim.- Eu entregava drogas.
- O que ela te dava em troca? Dinheiro? Uma noite de fantasias para te alegrar?- Pergunto ficando irritado.
- Nada, ela não me dava nada em troca!- Ele começou a gritar.- Ela me obrigava a fazer isso, se não ela me expulsaria, e foi o que aconteceu!
      Meu pai ainda estava furioso, foi para o seu quarto, e fechou a porta com força.
      Meus olhos estavam arregalados e minha boca estava entre aberta. Meu pai estava entregando drogas, para conseguir manter o seu lugar nos serpentes.
      Me sento no sofá novamente e respiro fundo.
      Desligo a televisão e apoio minha cabeça em meu braço que estava apoiado no braço do sofá.
      Fico lá por alguns segundos, só pensando do porquê do meu pai não me contar essas coisas quando está precisando de ajuda, eu poderia ter ajudado ele. Agora ele está sem a sua jaqueta de serpente por causa de uma mulher que estava "abusando" do seu poder.

      Já estava de noite, e era a primeira vez que eu não estava sentindo nem um pouco de fome, e nem um pouco de sono, por ter dormido quase o dia todo. O que aconteceu com o meu pai, me deixou angustiado, espero que isso passe logo, e espero que ele consiga voltar para os serpentes, apesar de que eu não gosto muito do meu pai em uma gangue, os serpentes nos ajudavam a manter o dinheiro e a casa.
Me deitei na minha cama, e fiquei olhando para o teto, sem falar nada. Fiquei ali por horas, só olhando para o teto e depois para o meu despertador, esperando ele despertar para mim ir para a escola, e ver meus amigos, o que eu estava mais precisando.

Finalmente o despertador tocou, eu me levantei e coloquei a mesma roupa de sempre. O quarto do meu pai ainda estava trancado, ele provavelmente vai ficar dias trancado lá dentro.

~Elizabeth Cooper

Depois que voltamos do cinema, coloco um pijama e me sento na cama pra ler algum livro. Fico até de tarde lendo. Ouço alguém batendo na minha porta.
- Licença, Betty.- Ela disse entrando no meu quarto e se apoiando na porta.- Vai ficar até que horas lendo?- Ela da um sorriso e cruza os braços na altura do peito.
- Porque? Que horas são?- Fecho o meu livro, e vejo as horas no meu celular. Já era uma hora da manhã.- Meu Deus. Nem percebi o tempo passar.- Falo dando uma risada leve.
- Boa noite, Betty.- Ela disse abrindo a porta.
- Boa noite, mãe.- Olho minha mãe saindo do quarto, e depois me deito na cama, com o meu corpo virado de lado.
Estava pensando no que aconteceu quando cheguei em casa, sobre o Archie ter tentado me beijar, eu sei que ele estava bêbado e que ele ama a Veronica. Eu gosto de Archie, mas não desse jeito, para beija-lo.
Desliguei o meu abajur e depois me virei para o outro lado, e acabei pegando no sono rapidamente.

Acordei com o despertador do meu celular tocando.
Me sentei na beirada da cama, e logo olhei para o moletom de Jughead pendurado na minha porta, e deixei escapar um sorriso. Pensando que Jughead não iria se importar se eu demorasse um pouco para devolver.
Coloquei uma calça jeans escura e um pouco larga, uma camiseta rosa claro e o mesmo casaco marrom em que eu usei no primeiro dia de aula. E era a primeira vez em que eu ia para a escola de cabelo solto.
      Desci a escada em direção a cozinha, onde estava minha mãe sentada em uma cadeira na frente da mesa, tomando uma xícara de café, e meu pai ainda não havia acordado.
- Oi, mãe.- Falei sorrindo e me aproximando dela.- Já vou indo.
- Não vai comer nada?- Ela perguntou arqueando uma sobrancelha.
- Perco o apetite de manhã.- Respondi.
- Entendi.- Ela da um sorrindo.- Então, tchau.
- Tchau.- Me viro para a porta e vou para a escola a pé.

Chegando na escola, vejo Archie e Veronica conversando, ela parecia nervosa, e parecia que ele estava falando algo que ele fez de errado.
Talvez ele esteja falando sobre ter tentado me beijar ontem, e eu ter recusado.
Veronica olha para mim, eu dou um sorriso de lado, ela vem até mim.
- Betty.- Ela fala respirando fundo.- Me desculpa pelo Archie.
- Imagina.- Olho para ela.- Está tudo bem, ele estava triste, bêbado.- Dou uma risada leve.
- É, eu sei.- Ela fala se aproximando de mim, e me abraçando.
Retribuo o abraço.
- Mas o que aconteceu direito?- Pergunto afastando Veronica.
- Meu pai.- Ela abaixa a cabeça.- Ele nunca gostou do Archie, até quando éramos melhores amigos, quando começamos a namorar, meu pai queria simplesmente matar o Archie. Na noite do baile, o Archie foi para a minha casa, a gente estava apenas assistindo um filme, meu pai chegou e mandou o Archie ir embora e nunca mais falar comigo. Achei melhor terminar.
- Puxa.- Respiro fundo.- Sinto muito.
- Não é sua culpa.- Ela sorri.- Obrigada por me entender.
- Acho melhor irmos para a aula.- Dou um sorriso de lado.
Me viro para a grande porta de entrada da escola, entro e vou direto para o meu armário, deixando Archie e Veronica conversarem sozinhos.
Pego os livros das primeiras aulas, e vou para a sala.

~Jughead Jones

Chego na frente da escola, Archie e Veronica estavam sentados na escada de entrada, Veronica estava com a cabeça baixa, parecia estar chorando. Archie estava com um braço em volta dela. Passo ao lado deles, Archie olha para mim.
- Jug, preciso falar com você.- Ele se levanta deixando Veronica sentada na escada sozinha.
- Tá, quando?- Pergunto.
- Agora.- Ele afirma me puxando para dentro da escola.
Olho para trás e vejo que Veronica levantou a cabeça, e passou as mãos por baixo dos olhos, limpando as suas lágrimas.
- O que foi?- Questiono quando chegamos em um corredor vazio.
- Eu acho que você vai ficar bravo comigo.- Ele começou a falar.
- Fala logo, Archie!- Cruzei os braços na altura do peito.
- Eu tentei beijar a Betty.- Ele respirou fundo e olhou para baixo.
- O que?! Quando? Por que?- Eu fiz muitas perguntas, porque a raiva tomou conta de mim.
- Eu estava bêbado! Veronica tinha terminado comigo.- Ele voltou a olhar para mim.
- Quando foi isso.- Pergunto tentando me acalmar.
- Na madrugada depois do baile. Betty estava voltando sozinha para casa e eu não sei como cheguei na casa dela, eu me esqueci como cheguei lá.- Archie me explicou.
Coloquei a mão no rosto, e fiquei respirando fundo tentando me acalmar, mas não conseguia.
- Aconteceu alguma coisa entre vocês? Estão namorando?- Archie questionou, também tentando me acalmar.
- Não.- Olho para ele e respiro fundo.- Sim.
Archie olha para mim assustado.
- Quando?- Ele pergunta.
- Depois do baile, Archie.- Volto a respirar fundo.
- O que vocês são agora?
- Archie!- Falo em um tom mais alto.- Isso não importa agora!
- Sim, importa.- Ele fala respirando fundo junto comigo.
- Gostaria que eu beijasse a Veronica?- Perguntei seriamente.
- Claro que não.- Archie fala nervoso.
- Você sabia que eu gostava dela! Por que fez isso?
- Eu estava bêbado, Jughead!- Ele começa.- Nunca teria feito isso, se não estivesse sendo controlado pela bebida! E você sabe disso!

UUUUUUUU
Esperamos que eles não briguem para sempre
o que acharam? Bjinhooos

a love story. ❃ bugheadLeia esta história GRATUITAMENTE!