drugs

1.1K 190 110

DROGA

substantivo feminino

1. qualquer produto alucinógeno (ácido lisérgico, heroína etc.) que leve à dependência química e, p.ext., qualquer substância ou produto tóxico (fumo, álcool etc.) de uso excessivo; entorpecente.

11:11 da manhã. Batidas na porta, como todos os dias. Michael fica calado, na esperança habitual de que o loiro fosse embora.

— Michael? — Luke põe só a cabeça no espaço entre a porta e o batente.

— Me deixa dormir — o mais novo murmura, passando o lençol por cima de sua cabeça. Ele havia tido um sonho ruim, precisava ficar sozinho. A última coisa que precisava era Hemmings enchendo sua paciência. 

— Depois que tomar seus remédios, eu te deixo dormir até a hora do jantar, okay? — Luke colocou a bandeja com os comprimidos em cima da mesinha ao lado da cama, enchendo um copo com água para dar ao colorido. 

Michael revira os olhos e se senta para tomá-los. O menor engole os remédios, forçando uma careta depois.

— Dramático — disse Luke. — Precisa de mais alguma coisa? — O loiro pegou sua prancheta, começando com as típicas perguntas de todos os dias para o seu (maldito) relatório, na opinião de Mike.

— Não.

— Okay, como se sente?

— Incomodado, saia daqui. — Michael se vira de costas para ele, desejando paz.

— Conseguiu dormir esta noite?

— Era o que eu estava fazendo antes de você aparecer com suas perguntas ridículas. — O médico bufou, já acostumado com o comportamento de seu paciente.

— Em uma escala de um a dez, quanto você...

— Nove — Michael interrompe. — Quando você vem me perturbar todas as manhãs, a vontade de me drogar é nove.

Olha só quem apareceu! Espero que tenham gostado do primeiro capítulo, o próximo sai no domingo. Depois postarei todas as quartas e sextas. Não se esqueçam de votar e comentar!

REHAB ➳ mukeLeia esta história GRATUITAMENTE!