Capítulo 5 - O Evento.

55 11 4
                                                  


Sexta-feira logo chegou, e Flávia me mandou uma mensagem.
"Estou dentro do avião, chego ai em uma hora"
"Okay"
E em seguida uma batida ecoou na porta.
Abri e era Rodrigo.
—Olá, o que teremos para a janta? — Rodrigo disse, mostrando duas sacolas que estava segurando.
—Eu não faço ideia — falei rindo.
—Sua amiga...vem hoje?
—Sim, a Flávia.
—Certo.
Rodrigo e eu conversamos de tudo um pouco enquanto comiamos alguns chocolates que ele havia trazido em uma das sacolas.

Meu celular vibrou.
"Estou aqui embaixo, por favor venha logo abrir, tem um gato me olhando atravessado aqui..."
"Estou indo"
Abri para Flávia, e logo ela apareceu na porta do meu apartamento.
Nos abraçamos.
—Eu já estava com saudades, sério, não vou mais deixar você ir embora.
—Eu sempre vou estar aqui, você sabe — ela respondeu.
—Certo, Flávia, esse é Rodrigo. Rodrigo, Flávia.
—Olá... — ele disse, olhando para minha melhor amiga.
—Oi — Flávia ficou vermelha instantaneamente.
Naquela noite jantamos lasanha, e Flávia e Rodrigo viraram amigos bem rápido.

—Certo, vamos jogar cartas.
—Sem chance, não sei jogar cartas — eu disse protestando.
Flávia se sentou no chão, ao lado de Rodrigo, e eu na frente deles.
—Quando você vai vir para São Paulo de novo? — Rodrigo perguntou para Flávia.
—Eu não sei... em breve... e todos os feriados eu passarei aqui na casa da Annabel — Flávia disse sorrindo para mim.
—Ótimo — Rodrigo sorriu.
Flávia olhou para baixo.

Rodrigo foi embora lá por duas horas da manhã.
—Alguém está bem bobinha hoje... — eu falei para Flávia, assim que Rodrigo foi embora.
—Ei, você parece minha mãe falando.
—Fique sabendo que Rodrigo é um bom rapaz e eu aprovo vocês dois juntos.
—Ai nossa, agora você é minha mãe por inteiro, Annabel.
E nós duas rimos.
—E o Raphael? — Flávia soltou a bomba rápidamente.
—Não falei com ele essa semana. É melhor eu me afastar...
—Ah, certo. Você não ficou sabendo...
—Sabendo? O que? — meu coração disparou.
—Raphael Lanchini está solteiro — Flavia disse, pronunciando cada palavra devagar.
Abri a boca espantada mas nada saiu.
—Ele e a Sabrina terminaram.
—Deveríamos estar felizes com isso? —perguntei. Me sentindo realmente muito mal.
—É obvio que não, Annabel, que coisa feia —Flávia disse, franzindo a testa.
—Então devemos mudar de assunto...
—Eles se explicaram nas redes sociais... afinal, os dois são famosos...
—Uhum.
—Está tudo no twi...
—Você quer que eu veja? — interrompi minha amiga.
—Você quer ver?
Assenti.
Flávia me mostrou os tweets de Raphael e Sabrina.
—Ai, eu me sinto tão mal... — falei depois de ver tudo aquilo.
—Você segue o Raphael?
—Claro —respondi —mas eu fugi de tudo que continha o nome dele.
—Agora não vai mais precisar fugir — Flávia disse rindo.
Olhei perplexa para ela.
—Ah, Annabel, a culpa não foi sua. Não precisa se sentir mal.
—O Rodrigo que deixou você assim?
Flávia riu.
—Por que você não está me dando um sermão? Cade a minha amiga?
—Estou bem aqui. Só estou dizendo que não precisa ficar mal com isso pois Sabrina está bem. Está até de rolo novo.
Cruzei os braços.
E por fim nós fomos dormir.

No dia seguinte, descobri que Flávia havia pego o número de Rodrigo.
Vimos nosso programa de tv favorito e chequei meus e-mails.
—Flávia — chamei.
—O que foi?
—Eu recebi um e-mail de um evento de pessoas que trabalham com internet.
—Você vai né? — Flávia perguntou para mim com olhos arregalados.
—Melhor ainda. Posso levar acompanhante.
Nós duas começamos a gritar e rir.
—Meu Deus. Quando vai ser isso, Annabel?
—Sábado que vem.
—Por que te convidaram tão em cima da hora?
—Acho que esse ano eles se perderam nos preparativos...
—Ah, mas quem se importa?Iremos em um evento onde vai estar cheio de pessoas famosas— eu respondi alegre.

No fim, eu e Flávia dormimos na sala, para ficarmos até tarde vendo série.

—Eu ficarei esperando você — falei para Flávia, que já estava de partida.
Nos abraçamos.
—Eu queria morar mais perto de você, lá as coisas estão muito chatas sem você, Annabel.
—E Estela?
—Ah, a gente não anda conversando muito...
—Eu também... e ela nem me procurou, sabe? As vezes eu penso se não peguei muito pesado com ela...
—Annabel, é a Estela. Posso te garantir que ela não está nem um pouco chateada com isso.
Assenti.
—Até sexta-feira que vem. — Flávia abanou e foi embora.
Sentei no sofá e peguei o celular.
Entrei nas redes sociais de Raphael e percebi que ele havia apagado as fotos com Sabrina.
Para eu não ficar com peso na consciência, verifiquei o perfil dela, de fato, ela era bem rápida.
Li novamente o e-mail que me mandaram me convidando para o evento, dessa vez com mais calma.
"Annabel Gato, o grupo @eradigital realizará seu décimo evento de influencers digitais. Convidamos você a participar dessa edição com direito a levar até dois acompanhantes. O evento será realizado sábado dia 26 de fevereiro de 2018 às 20h. Para mais detalhes e para conferir o endereço entre no nosso site www.eradigital.com.br ou envie um e-mail para eradigital@evento.com.

Equipe Era Digital."

"Rô, sabado vai rolar um evento p/ qm trabalha com internet. A Fláh vai comigo, vem também?"
"Claro. Nos encontramos ai"

A semana se arrastou, fiz minhas primeiras provas da faculdade e apresentei alguns trabalhos. Vi Raphael apenas uma noite.

Sexta feira chegou, e eu aguardei ansiosa meus amigos.
Flávia chegou de tarde. Nos arrumamos juntas. Coloquei um vestido vermelho que eu havia comprado e ela um vestidinho amarelo com rosa pastél.
Rodrigo logo apareceu. Vestindo uma camisa social preta.
Ele e Flávia se cumprimentaram com beijinhos no rosto.
—Que horas começa? — Rodrigo me perguntou.
—Às oito.

Na hora de sair eu estava nervosa. Nunca havia sido convidada para nenhum evento.
Chegamos no evento com os olhos arregalados.
Havia muitas pessoas tirando fotos, estava tudo muito chique.
Peguei mão de Flávia e a apertei.
Entramos e logo fomos barrados.
—Nome? — um homem que estava segurando uma prancheta perguntou para mim.
—Annabel Gato — respondi apertando a mão de Flávia ainda mais forte, e ela resmungou.
Enquanto o homem procurava pelo meu nome, fui tomada por uma onda de desespero.
E se aquele e-mail for apenas uma brincadeira de mal gosto? Meu estomago embrulhou.
—Podem passar.
E tudo pareceu ficar mais suave quando ouvi aquilo.
Eu estava radiante de alegria, finalmente meu trabalho hava sido reconhecido. Tive vontade de chorar quando vi um monte de pessoas famosas tirando foto com fãs. E na verdade, foi exatamente isso que eu fiz, deixei uma lágrima rolar.
—Ei, pare com isso, vai borrar a maquiagem —Flávia disse para mim.
—Eu não consigo... eu estou sonhando, Flávia.
—Não amiga, você não está sonhando. Você merece tudo isso e muito mais, está me ouvindo? Você ainda participará de entrevistas junto de J.K Rowling e Stephen King.
E eu a abracei.
—Eu amo você Fláh, muito obrigada por tudo.
—Amo você.
Fomos interrompidas por um garoto de cabelos azuis seguido por uma camera.
—Tudo bem? Quem é você?
—Annabel — respondi.
—O que você faz Annabel?
—Sou escritora — respondi olhando para a câmera.
—Temos uma escritora aqui no evento...
E o câmera men fez um gesto e parou de gravar.
—Obrigado — o garoto me agradeceu e saiu correndo atrás de uma menina.
Sorri.
—Aceita dançar comigo?
Escutei a voz de Rodrigo e olhei para o lado.
—Aceito — ouvi Flávia sussurrar.
Minha amiga piscou para mim e os dois se afastaram, então me vi parada no meio de todo mundo.
Passei por fãs que gritavam para outras pessoas.
Cheguei em uma mesa de comida e me servi refrigerante e peguei docinhos.
Fiquei ali por uns quinze minutos.
Estava tocando uma música bem alto, e havia uma tela enorme em uma parede do salão.
Verifiquei minhas redes sociais e vi várias fotos daquele evento, respondi uma mensagem de minha mãe, que perguntava como fui nas provas, logo guardei meu celular.
Dei um gole do refrigerante e olhei para frente.
Foi ai que a música parou, os gritos pararam, tudo ficou em silêncio, o único som que eu ouvi foi o som das batidas frenéticas do meu coração.
Raphael estava ali, claro que estava, e ele estava completamente lindo.

Como Eu Conheci Você Onde as histórias ganham vida. Descobre agora