Capítulo 27 (fim,definitivamente)

1.4K 161 15

Jogo meu braço de encontro com Jade,me viro e não perdo tempo.

Atravesso minha mão na sua barriga e Jade sorri com a boca escorrendo sangue.

Tiro minha mão de dentro da sua barriga e atravesso seu peito e a deixo cair rindo sem parar.

–– Olha para você Megan... Se tornando o monstro que tanto temia ... — Ela gargalha e eu fico sem ação. — Eu estou grávida...

E então noto ,sinto o cheiro da pequena vida no ventre de Jade. Uma pequena vida que foi perdida, a vida de um inocente que eu matei.

Então Jade morre assim como seu bebê.

Escuto um forte rosnado familiar ,quando me viro vejo Ian arrancando a cabeça do Supremo.

Ele sorri e todos param de lutar.

–– Agora eu sou o Supremo. –– Com isso todos os amaldiçoados começam a fugir enquanto os lobos e lobisomens vão atrás.

Olho para Brandon que encara o corpo morto de Jade.
Eu matei Jade, seu filho e uma grande parte de Brandon tudo em um golpe só.

Os gritos e suspiros de uma vitória inesperada e choros de quem perdeu seus entes ecoa pelo local.

Em silêncio me aproximo de Ian até que eu sinto... Sinto a presença de várias pessoas e me coloco bem a frente de Ian quando uma flecha que tinha o destino para o coração de Ian atinge em cima do meu .

Tentaram matar-lo.

Alguém grita caçadores e os lobos se transformam desviando de flechas e pessoas que aparecem.

Arranco a flecha do meu corpo e olho estática para a pessoa que a lançou.

Alice me olha com olhar assassino e eu não exito em nenhum momento quando rodo a flecha entre meus dedos e jogo de volta para Alice não sinto nenhum arrependimento. Quando a flecha penetra em seu coração não me importo.
Quando seu corpo cai sem vida no chão sinto a dor.

A dor de ter realmente me tornado um monstro ,o monstro que eu tanto temia.

Me transformo e o fogo azul me rodeia , uivo e ataco um e outro caçador até que por fim eles evacuam.

Ian estava certo o tempo todo,ele é um monstro, todos nós somos monstros. E não ligo,dou boas vindas ao monstro que sou ,ao monstro que eu nasci para ser.

....

Chegamos em casa,todos... Ou quase já que alguns foram mortos.

Luke ,Enzo,Ian ,Brandon e eu somos os alfas que voltamos.
Ainda não estou lidando bem com isso.

Alex foi morto ,entre outros lycans porém não ligo, a morte é muito mais bem vida do que eu achei.

Organizamos todos os lobos e lobisomens nas casas da alcatéia de Ian, a alcatéia que eu sou luna.

Eles se curavam no mesmo  tempo que a gente se curava e eu ainda estava perdida.

Eu não acredito que matei minha prima. Matei minha prima,minha ex melhor amiga e um bebê tudo no mesmo dia.

Que tipo de monstro eu sou?

Mas não me deixo sentir.

Saio do banheiro enrolada na toalha,vou até Ian que encarava uma foto que eu já sabia o que era e o abraço respirando fundo e afastando o cansaço.

–– Eu vi ela.— Suspiro.

Ian me abraça.

— Tudo bem,espero que ela tenha tido uma boa vida.

–– Ela teve.

–– Quero que você use o meu presente hoje a noite,o beta de Lua morreu,você terá que achar outro em que confie.

–– Ok,então hoje temos chatos assuntos políticos.

Respiro fundo deixando o cheiro de Ian inundar minhas narinas.

–– Por que você não falou logo comigo quando nos encontramos?— Pergunto novamente.

Ele abaixa a cabeça e suspira.

–– Por que meus planos era deixar você evoluir antes,não queria te colocar no meio de toda essa bagunça. Mas não deu certo.

Ele olha para mim e eu abaixo meu olhar,ele coloca o dedo no meu queixo e me faze levantar o olhar.

–– Você fez o necessário! Pare de  se martirizar.

–– Você estava certo...

–– Sobre?–– Ele me olha,agora seus olhos estão azuis.

–– Somos mesmo monstros. E devemos admitir.–– Saio de perto dele e pego as caixas.
Ian me observa enquanto me visto com o belo e rico vestido azul e branco.

Ele cai como uma luva e me deixa super confortável. Coloco as jóias que Ian comprou e me olho no espelho.

Respiro fundo e encaro as marcas no meu pulso,uma lua vermelha, uma lua cheia, uma lua na frente do que se parece um sol e por fim, um triângulo  com metade de um círculo.

A marca do Delta.
A minha marca.

Dou a mão para Ian e o beijo sentindo a incrível sensação de ter seu toque,de saber que ele está bem.

Morreria e voltaria mil vezes por ele porque não importa o quanto eu sofra, ou no que eu me transforme.
Por ele tudo vale a pena.

Agora percebo que Brandon me usou enquanto Ian queria esperar minha decisão.
Ian é a minha luz,ou a minha escuridão.
Isso depende do ponto de vista.

Caminhamos silenciosamente para fora da casa,os alfas estão em filas e os lobos e lobisomens na frente.
  Assim que chegamos todos se ajoelham,lobos,lobisomens e até os alfas.

Sinto minha ligação com cada um deles,sinto a dor de cada um deles e sinto todas as suas emoções como sinto as minhas.

Ian entrelaça sua mão na minha e começa a falar.

–– Meu Nome é Ian Dondarion... Seu Supremo Alfa de direito por ter matado Zack,o antigo Supremo que se corrompeu ,e minha companheira é Megan Dooley Volker, Sua Suprema Luna, a única Alfa e também A Delta.

Sinto a admiração de todos e mesmo com toda dor que sinto permaneci forte,forte por eles e por saber que esse não era de verdade o fim.

Eu sou uma Loba,uma Lobisomem ,a Suprema Luna , uma Alfa ,a Delta.
Eu sou um monstro SIM ,e dou boas vindas a isso.

Afinal, certas pessoas nasceram para ser monstros ,mas dependem delas a escolha de que tipo de monstro elas querem ser.

Eu fiz minha escolha.
Sorrio para alcatéia e respiro fundo e começo a falar.

–– Tivemos grandes perdas, mas vamos superar e permaneceremos fortes....

Fim

Lua Cheia Leia esta história GRATUITAMENTE!