Ciúmes

2.2K 240 31

espero que gostem, e boa leitura.

xxxx

M. T. M. A- New

Pov Lorena

Eu não estou acreditando no que eu estou vendo, só pode ser uma brincadeira de mal gosto comigo, a minha noite perfeita foi estragada por esse idiota que acabou de surgir das cinzas.

- repetindo a pergunta, quem é você? - Gustavo pergunta enquanto o cretino apenas sorrir para nós.

- como você soube onde estávamos? - meu pai perguntou a ele.

- eu sempre consigo o que eu quero, e quem é o tio? - pergunta se referindo a Gustavo, que ainda está com as mãos em minha cintura, e sinto ele me apertar ainda mais, ao ouvir Ryan chama-lo de tio.

- Ryan....

-, Lorena, eu vim até aqui para conversar com você, acho que pelo menos isso você pode fazer.

- repetindo a minha pergunta, como você encontrou a minha filha?

- eu já disse, eu consigo descobrir tudo o que eu quero, mas até agora não sei quem é esse aí.

- então estamos quites, pois eu também não sei quem você é - Gustavo diz e sinto que ele está tenso, e o babaca do Ryan fala.

- eu sou Ryan Smith, era namorado da Lorena e você quem é? - pergunta sorrindo.

- Gustavo, atual namorado da Lorena.

Ryan começa a sorrir quando ouve a resposta do Gustavo, e isso o deixa ainda mais furioso.

- filha vamos embora, já está tarde - minha mãe entra na conversa.

- é verdade, vamos Gustavo?

- vamos sim- ele fala ainda bem sério, enquanto suas mãos ainda estão em minha cintura.

- então vamos- Laura comenta.

- Lorena eu vim aqui para que possamos conversar, podemos fazer isso?- Ryan pergunta,

- não, não podemos- eu digo sério.

- poxa Lorena, pelos bons tempos, acho que você ao menos me deve isso- o idiota fala, e eu tenho vontade de dá um tapa em sua cara de pau.

- você só pode está de brincadeira- vejo Laura esbravejar com ele, que nem se importa.

- garoto ousado e idiota- Eduardo resmunga.

- vamos logo, o Ryan não merece nada de nenhum de nós- eu digo.

- eu sei que isso é só uma birra sua, como sempre não é? E como você sabe, eu não desisto do que eu quero, e eu vim aqui só pra gente conversar, e vamos conversar- ele fala e me estende uma folha de papel- aqui está o endereço do hotel em que eu estou, e seria bom se você fosse.

Ele olha para Gustavo em seguida.

- e de preferência sozinha.

Eu não mecho um musculo, ao contrário de Gustavo, que pego o papel, e sem lê o amassou o jogando no lixo em seguida.

- Lorena, isso não quer dizer nada, querendo ou não, iremos conversar.

E dou graças a Deus que os carros chegam, pegam a mão do Gustavo e vamos para o carro, eu entro, coloco o cinto de segurança e espero o Gustavo fazer o mesmo.

Me viro pra ele e percebo o quanto ele está nervoso, espero ele se ajeitar e toco na mão dele.

- Gustavo meu amor fica calmo- peço

Minha tentação, meu amor ConcluídaLeia esta história GRATUITAMENTE!