Capítulo 17

1.6K 160 9

Respiro fundo e me abaixo sentindo o olhar de todos sobre mim,tiro minha bota e a jogo para Joe,tiro minha jaqueta ,blusa segunda pele e minha calça ( a mesma roupa que usei na festa).

E fico apenas com meu conjunto azul de roupas íntimas, olho para meu sutiã.

Logo o sutiã que eu mais gosto... Quer saber que se foda ! Não vou estragar meu sutiã.

Tiro o sutiã e escuto o rosnar de Ian queria sorrir, mas acho loucura ,jogo o sutiã para Joe também e o seu rosnar aumenta. Encaro a loba de pelos marrons escuros e olhos dourados.
Rapidamente me transformo e fico encarando a loba. Sou menor,devo ser mais ágil... Mas se eu não for estou lascada.

Dou voltas em volta dela enquanto todos se afastam ,coloco toda atenção em Queila . Ela me encara e salta sobre mim , rolo para evitar seu ataque e me levanto e mordo seu pescoço ,ela da uma pata na minha cara e eu a largo enquanto balanço minha cabeça para me concentrar. Isso foi um erro já que ela saltou sobre meu corpo e ficou sobre o mesmo enquanto mordia meu pescoço, sentir a dor  e me contorci querendo me afastar dela o que resultou em nada ,ela solta um lado no meu pescoço e morde no outro. Sinto meu sangue quente se espalhar pelo meu corpo peludo.
Dou patadas e tento a morder ,mas é em vão, consigo sentir sua satisfação como socos na cara.

A preocupação de Ian chega até mim como um impulso.

Não posso passar essa vergonha na frente da alcatéia. Eu vim para mostrar para Ian que eu sou forte e não o contrário.

Sinto meus ossos estalaram e quando novamente tento dar uma patada em Queila não tenho pata ,tenho uma mão com garras super afiadas. Com as duas mãos seguro o pescoço de Queila,sinto a surpresa de todos sem excessão de Queila, seus olhos refletem o que eu sou ,sou o que eu julguei monstros. Definitivamente, eu sou um lobisomem.

A jogo para a lado e me levanto ,mas logo me jogo sobre ela e começo a socar sem parar.

Só paro quando a vejo transformando-se em humana ,volto a forma humana e Ian caminha até onde estou e me entrega sua camisa, minhas roupas estão com Joe porém visto sua camisa do mesmo jeito.

Fico observando Queila com uma estranha satisfação, quando ela se levanta  cambaleante ela fala assustada.

–– Eu não... Não estou me curando –– Ela segura um braço e se analisa ,sinto sua dor,surpresa e até um pouco de medo.

Ian coloca as suas mãos, cada uma em um lado da minha cintura e sinto a conexão mais forte que nunca,sinto que ele sorri,sinto seu orgulho.

–– É claro que não esta curando,ela é a minha companheira ,a Luna de vocês e ferimentos de Lunas são quase tão fortes como o de um alfa.

Depois que Ian diz isso vejo um por um os lobos e lobisomens se ajoelhando ,até que só reste eu, Ian e Queila em pé.

Ela me olha com ódio e depois se ajoelha em uma careta,admiração, respeito,desconfiança, consideração essas são as emoções que eles mais emanam.

Sorriso para todos até que Ian me puxa para a grande casa,Joe vem atrás com minhas roupas .

Antes de entrar olho para Ian e vejo seus olhos verdes e então paro de andar, ele me olha com a sombrancelha arqueada.

–– O que ?

–– Seus olhos estão verdes. Mas quando você se transforma fica azul,e quase em todas as outras vezes que eu te vi eles eram castanhos quase verde.

–– Lá dentro eu te explico.

Sigo ele até dentro do casarão, Ian me leva até o andar de cima enquanto Joe fala que vai deixar minhas roupas no quarto de visistas,são não sei qual já que a mansão tem muitos deles.

Lua Cheia Leia esta história GRATUITAMENTE!