Capítulo 14

1.4K 157 4

1° dia.

Acordo sendo jogada no chão facilmente por Jade.

–– Está na hora ! Vista uma roupa leve e venha.–– Ela sai e eu me levanto me esticando, visto uma leggin e camiseta , lavo o rosto com água e saio. Ainda está escuro e não faço a mínima ideia de que horas são, eu ia reclamar quando vejo Jade me encarando totalmente séria.

–– Ian tentou te ensinar com palavras, contornando o que você tinha medo. Comigo não vai ser nem de longe assim. Você vai superar todos seus limites.

Então ela parte para cima de mim ,um soco na barriga me deixa sem ar então me afasto mais ela chega perto rápido demais e me soca ,chuta e arranha sem parar. Não consigo a afastar,só levanto meu braço e a deixo bater até escutar dois estalos.

Ela quebrou meu braço, e dessa vez é sério mesmo.

Sinto a dor inundar todos meus músculos e grito o mais alto que pode.

–– Não seja fraca Megan.

Depois que me curo ela faz tudo de novo, diferente de Ian que tentava me ensinar tipos diferentes de formas de atacar.

2° dia.

Acordo sentindo os socos no meu corpo e só consigo rolar para o lado para evitar as agressões.

Olha para Jade com espanto.

–– Desculpa,esqueci que não te avisei que te acordarei ao longo da noite assim ,até você fica 100% alerta. Você é uma loba Megan.

Outro dia de apanhar ,porém enquanto ela me bate e eu tento me desviar e fugir dela.

–– Existe uma flor chamada Wolfsbane ,ela é roxa,bonita e com cara de silvestre. Fique longe dela. Sério ,não seria nada saudável se chegasse perto dela.

Ela pega uma florzinha roxa que parece não a machucar e joga em cima , sinto seu cheiro e ele não me agrada. Quando a flor toca em minha pele não consigo evitar de gritar e me contorcer ,livrando-me das flores.

–– Mas você já sabe disso agora...

Passo o resto do dia apanhando.

3° dia.

Acordo novamente com socos ,quando me levanto Jade fala que eu posso voltar a dormir.

Acordo novamente com ela me jogando as malditas flores Wolfsbane.

–– Eu não aguento isso mais! Quero ir embora!–– Levanto-me chorando e vejo Jade travar o maxilar ,tentando esconder as emoções.

Mas estou ficando boa nisso.

–– OK, podemos ir embora agora e admitir seu fracasso a Ian.

Me levanto em um salto, eu não vou voltar daqui sem ter aprendido nada !

Novamente ela me enche de socos ,porém enquanto eu estava apanhando lembro-me de Ian...

" Se seu oponente estiver em cima de você e você não poder se defender com os braços, de uma joelhada o mais forte possível na sua barriga,isso vai o distrair o suficiente para você se recompor"

E é isso que eu faço, dou uma joelhada o mais forte que posso em Jade ,o que a faz rolar de cima de mim. Me viro sobre ela e dou alguns socos em sua cara até que ela me joga para trás.

Ela se levanta e eu faço o mesmo, ela limpa o sangue de sua boca e sorri.

–– Até que fim ! Parabéns! Agora ,lute ––Tudo bem que depois disso eu só passei a bater um pouco e apanhar mais,mas para quem estava levanto uma surra dois dias atrás....

4° dia.

Fui acordada 4 vezes com pancadas essa noite,e Jade me deixou dormi até o sol aparecer.

Quando cheguei lá fora ela se sentou no chão e pediu que eu fizesse o mesmo.

–– Você vai fazer em si mesma tudo que eu fizer comigo,se você não fizer sozinha eu farei pior.

Não entendi de começo, mas quando ela quebrou seu próprio dedo e pediu que eu fizesse o mesmo neguei freneticamente. O que foi um erro,pois ela não quebrou meu dedo e sim o arrancou e o colocou logo depois fazendo eu me curar.

E assim quando ela quebrou praticamente todos os ossos do seu corpo eu fiz igual pensando o quão sociopata minha amiga é.

5° dia.

–– Hoje você vai se transformar.

–– Como?–– Pergunto séria.

Ontem a noite ela teve uma conversa comigo já que ela percebeu que eu estava ficando cada vez mais receosa em relação a ela.

"–– Eu sei que estou sendo muito dura ,mas você pode me fazer parar e pedir para voltar a qualquer momento. A escolha é toda sua. Porém se decidir ficar não fique me interrogando mais que o necessário, e saiba que essa é a Jade que está te fazendo ficar forte, não sua amiga,certo?

–– OK,mas uma última pergunta, alguém te treinou desse jeito?

–– Sim ,meu avô e meu tio.

–– E funcionou?

–– Digamos apenas, Megan , que sou tão forte quanto eles conseguiram me tornar"

–– Procure dentro de você, algo na espreita de suas limitações, não algo animal. Mas sim apenas a verdade crua ,te procure de verdade Megan, e abrace toda a dor.

Foi muito mais fácil que o esperado ,muito mais fácil que com Ian.
Deve ser porque cada movimento dela, cada toque e olhar me distraíam mais que ensinavam.
Ian... Nunca pensei que fosse sentir saudade daquele ser mal humorado .

Depois de me transformou Jade faz o mesmo e vamos a caça,esse foi o primeiro dia que eu comi um animal que eu mesma matei. O pior,comi cru e gostei.

No final do dia ,quando Jade me ensinou alguns golpes fomos dormi, estava tão cansada que me joguei na minha cama.
No meio do movimento senti o cheiro de Wolfsbane e só tive tempo para girar no ar e cair do outro lado da cama.

–– Sério Jade?–– Pergunto coma cara fechada a uma Jade com um sorriso imensamente aberto.

O 6°,7°,8° e demais dias vão se passando.

Até que eu começo a atacar ela tanto como ela me ataca ,até que ela não consegue mais me surpreender com seus golpes na madrugada,até que estou muito,muito mais forte que antes.

–– Boas novas Megan. Você só tem que aprender duas lições agora .

Jade fala no 15° dia logo depois de chegar da cidade.

–– E quais seriam?

–– Você vai ver...

Eu não estou gostando nada  disso.

Lua Cheia Leia esta história GRATUITAMENTE!