Capitulo 38

203 14 8

~Joaquim~

A morena limpou a lágrima e sorriu para nós, enquanto Henrique foi embora.
-Tá bem já chega de histórias tristes né, venham vou lhes mostrar seus aposentos.- disse ela- João pode voltar a comer eu cuido deles- e piscando para o irmão tomou nossa frente.- Bom, como vocês devem estar acostumados com a separação das origens podem achar nossos métodos um pouco estranhos, mas não se preocupem vocês se acostumam!
Adentramos o corredor grande e vimos duas portas abertas com quartos enormes e diversos beliches em cada um.
-Meninas vocês ficam com o da direita, garotos com o da esquerda- Lari aponta as portas.
-Espera aí, vou ter que dividir quarto com essas aí?- Chloé apontou para as outras e fechou a cara.
-Pois é Chloé vão sim, a não ser que queira dormir na rua, já conhece o caminho, eu abro a porta se quiser...- uma outra garota também morena e um pouco alta em relação a Lari, apareceu.
-Gente, essa é Catarina- Lari apontou para a garota- Ela é uma das mais velhas assim como eu e João.
-O que você controla?- Isabela indaga à Catarina.
-Sombra!- a mesma respondeu com olhar e voz tão frios que fez Felipe dar um passo para trás e agarrar minha mão.- Precisa de ajuda Lari?
-Não se preocupe, eu dou conta...meu irmão te espera no refeitório- e as duas trocaram risadas tímidas.
-Agora que já sabem onde vão ficar, vou dar um tempo a vocês. Nos pés de cada beliche há um baú, lá tem roupas de todos os tamanhos, podem pegar o que precisaram, se quiserem descansar eu entendo, mas se estiverem com fome, recomendo q se troquem e vão direto para o refeitório ou ficaram sem café, pois as crianças comem tudo- Lari sorri.
Todos entram nos dormitórios, menos eu e quando estava prestes a falar com Larissa uma criança com aparentemente uns 7 anos, cabelos longos ruivos e olhos verdes como o mar apareceu e abraçou as pernas dela.
-Lari...-a criança choraminga
-Oi Tory, como você está meu amor?- Larissa se abaixa para ficar da altura da criança.
-Nada bem! Todos conseguiram convocar seu poder pela primeira vez ontem na aula, menos eu!- a menina, Tory, fez um bico como se esse problema fosse acabar com a vida dela eu ri e Larissa me olhou rindo- E você não foi me ver ontem na aula pra me ajudar, como prometeu.
-Desculpa princesa, eu tive que resolver uns problemas de gente grande, você me perdoa?- a morena agachada indaga e a menininha apenas assente com a cabeça.
-Mas eu não consigo convocar meus poderes, qual é o meu problema?- seu cabelo ruivo caiu sobre o rosto.
-Você não tem problema, você ainda não conseguiu porque é muito especial, seus poderes são maravilhosos e muito fortes por isso precisa ser muito persistente. Eu sei que você vai conseguir- Lari fala tirando a mecha de cabelo que caiu sobre o rosto da menina.
-Tory- a chamei e tanto ela quanto Larissa me olharam- Eu também tive dificuldades pra convocar meus poderes pela primeira vez, mas quando consegui não parei mais, e eu tenho certeza que quando você conseguir vai se tornar uma pessoa muito poderosa!- sorrio pra ela.
-Obrigada Joaquim!- ela retribuí o sorriso e Lari me olha com os olhos brilhando- Vocês são namorados?- ela aponta para mim e para Larissa, que fica ruborizada na hora.
-Ah....não Tory, somos só amigos- ela diz e eu concordo.
-Mas ele é muito bonito não é?- a pequena ruiva ri.
-Tory.....-ela me olha novamente- É, é sim!- e eu dou um pequeno sorriso como agradecimento.
-Hum....tá bem, eu já vou, nem comi ainda- Tory se pronuncia em meio a nós dois- Eu vou lá ser "só amiga" do Derek!- faz aspas com os dedos- Tchau Lari, tchau Joaquim- e sai correndo em direção ao refeitório.
-Ah...mai...sua danada!- Lari cochicha.
Ela ficou um tempo abaixada até perder Tory de vista e quando fui levantar, não pude deixar de notar suas belas curvas.
-Bom Joaquim tenho que ir, eu...
-Espera!- digo e ela para- É, eu vi, quando estávamos entrando, que atras  do prédio tem uma estufa.....ah, você acha que....poderia me mostrá-la mais tarde?
-Ah...pensei que- ela fica surpresa e olha pra porta do quarto das garotas- Manuela...hãm..
-O que?- pergunto
-É...nada, esquece! Claro que mostro, depois do almoço, pode ser?- ela sorri tímida e eu concordo- Mas agora tenho mesmo que ir!
-Estou ansioso!- e ela se vai.
Entro no quarto e fecho a porta. Tiro minha camisa e jogo na parte debaixo da beliche que Téo escolheu.
-O que acharam daquela Larissa?- Omar indaga.
-Hum bonita....- Benjamin responde- Gostosa...- ele ri e Omar o acompanha.
-Oh, olha como fala da garota!- o repreendo.
-Ah me desculpa, eu feri os seus sentimentos Joaquina?- Benjamim ri e eu fecho meu punho.
-Francamente vocês dois...- Téo me puxa pra longe e me arrasta pra fora do quarto- Vamos comer, estou faminto.
Eu só concordo com a cabeça...

Unicórnios coloridos 🦄, do meu core❤️, gostaram do cap??
Gente eu só dou mancada com vcs né? Tava muito ocupada com os preparativos pra minha festa de 15 q nem postei mais, perdão perdão! Mas amanhã é meu aniversário e eu me animei um monte!!
Cap novo e com novos ares tbm, oq acham desse passeio da Lari e do Joaquim? E gostaram a nova personagem mirim? Ela vai ser bem importante mais tarde!

Bjinhus da Lari 💜

O poder dos elementos Leia esta história GRATUITAMENTE!