Capítulo 29

765 49 10

P.O.V Harry Styles

Quando dei por mim Samantha já estava com seus lábios colados aos meus, não tive tempo pra pensar e acabei retribuindo o beijo.

" Você não deveria ter feito isso. " Digo empurrando-a.

" Uau. Seu beijo é melhor do que eu imaginava. " Diz se aproximando novamente.

" Hey. " Seguro seus ombros. " Você não ouviu? Não deveria ter feito isso, Samy. Você é linda, mas eu tenho namorada e a amo. "

" Ama mesmo? "

" Claro que sim. "

" Então por que retribuiu o beijo? "

" Eu não tive tempo de assimilar o que estava acontecendo. " Passo a mão pelo cabelo e suspiro pesadamente.

" Relaxa, Harry. Foi só um beijo, não é o fim do mundo. "

" Você não entende ... "

" Então me explica. " Ela segura minha mão.

" Acho melhor nos mantermos longe. " Me afasto. " Eu sou seu chefe e não quero que as pessoas tenham uma impressão errada sobre nós. "

" Tenho direito à mais um beijo? " Dá um passo em minha direção.

" Não. Isso não voltará à acontecer. "

" Uma pena. " Ela joga um beijo no ar e sai rebolando.

Que droga! Como vou explicar isso pra Chris? Então amor, fui ajudar uma funcionária e ela me beijou, meio sem querer eu retribui o beijo. Merda, mil vezes merda. Inexplicável.

Entro no carro e dirijo por vários minutos. Por que essas coisas tem que acontecer comigo? Por que logo agora que estou bem com a mulher que eu amo? Praguejo várias vezes. Se eu contar, com toda certeza Chris ficará com raiva e decepcionada. Mas e se eu não contar? Bom, não tem como ela saber. O problema é que mulher é foda, elas tem um sensor que apita no primeiro vestígio de que tem algo errado. E agora? O que eu faço?

Estaciono o carro em frente da casa da minha namorada e fico pensando no que fazer, chego a conclusão de que o melhor é contar a verdade, melhor enfrentar a ira dela agora do que esperar que seu sexto sentido fale mais alto e ela descubra por conta própria. Pego a cópia da chave que a mesma me deu e saio do carro, adentro o local e percebo o quão silencioso está.

Caminho até o quarto e encontro a mulher da minha vida dormindo serenamente, lhe dou um selinho e acaricio sua bochecha, um leve sorriso brincou em seu lábios.

" Você é tão cheirosa. " Afundo o rosto em seu pescoço, ela abre os olhos lentamente me encontrando agachado ao lado da cama, suspirando em seguida.

" E você está cheirando a perfume barato de mulher. Que porra é essa Harry Styles? " Perguntou se afastando. Percebo seus olhos inchados e sua voz embargada, o que significa que ela andou chorando, isso foi o suficiente para fazer eu perder qualquer vontade de contar o que havia acontecido naquele fim de tarde.

" Eu sou gerente de uma cafeteria repleta de garçonetes, alguma delas deve ter passado perfume na hora de ir embora quando eu estava por perto. "

" Se eu sonhar que tem alguma garçonete chegando perto demais de você ... "

" Ciúmes? " Sorrio com os olhos brilhando.

" Não. " Cruza os braços e faz um biquinho fofo.

" Fica ainda mais linda quando está bravinha. " Levanto e lhe dou outro selinho.

Ela observou atentamente enquanto eu tirava o uniforme ali mesmo no quarto e mordeu os lábios dando um sorriso de lado.

" O que aconteceu? Estou te achando tão abatida. " Sento ao seu lado e coloco uma mecha de cabelo atrás de sua orelha. " Está com os olhos inchados. Andou chorando? "

" Droga, por que me conheces tão bem? " Sorriu fraco. " Eu encontrei com o Liam hoje. " Falou de uma vez.

" Entendi. " Estreitei os olhos. " Vocês conversaram? "

" Não. "

" Então por que chorou?  "

" Não sei. "

Um silêncio se instalou no quarto e em seguida me levantei dizendo que ia pro banho. Demorei alguns minutos e depois saí do banheiro apenas com uma boxer preta, secando meus cabelos com a toalha, seu olhar se direcionou à mim e aquilo foi a minha perdição, meu corpo foi a ruína, meu coração acelerou e parecia que ela iria pular da cama e me agarrar, mas ela sabia que eu iria até ela e a faria minha mais uma vez.

O Chefe || L.PLeia esta história GRATUITAMENTE!