Cap-13

2.7K 242 21

espero que gostem, e boa  leitura.

xxxxxx

Cap 13-pov gustavo.

Depois que assumimos nossa relação, Lorena e eu estamos mais próximos que nunca, ela ainda queria esperar um pouco para contar a todos que estamos juntos, mas eu não quero esperar nada, não a motivos para isso, somos livres e não temos motivos para nos esconder assim.

Dois dias depois que oficializamos nosso namoro, os pais dela chegaram, e ela está toda feliz, afinal fazia meses que não os via, e o pai dela parece ser bem ciumento, ainda não nos encontramos para conversar, mais pelo que ela me contou e pelo que eu vi de longe, ele é sim ciumento, mais nem o ciúme dele vai me fazer desistir dela, porra, ela é a primeira mulher que eu amo e realmente quero construir uma vida juntos.

Meus pensamentos são atrapalhados pela responsável por tudo isso, Lorena Bittencourt.

- Gustavo, terra te chamando- fala tocando em meu ombro, então eu a encaro voltando a realidade.

- desculpe, você me chamou?- pergunto, enquanto a coloco em meu colo.

- sim! Eu estava falando que meus pais marcaram um jantar e a Laura já abriu a bocona falando que eu tenho um namorado, e meu pai quer conhece-lo. e o jantar vai ser hoje.

- e....? eu não vejo problema nenhum- respondo enquanto brinco com uma mexa de seu cabelo.

- pois eu vejo muitos problemas Gustavo, meu pai tem um serio problema, ainda mais comigo, ele assustou meus poucos namorados e até hoje o que não fugiu foi o Ryan, mais acho que ele nao conta muito.

- não mesmo minha querida Ice, e não se preocupe, eu irei conquistar a confiança do seu pai- falo e em seguida dou um pequeno beijo nela.

- a sua auto confiança não conhece limites não é?- pergunto sorrindo enquanto me abraça.

- eu apenas conheço meu potencial Lorena, mais e agora, o que vamos fazer?- eu pergunto.

- descansar e depois irmos para o jantar, e só avisando que amanhã meus pais irão para meu apartamento.

- já não gostei disso, pois assim, não poderemos ficar juntos- resmungo e ela sorri.

- deixa de ser safado Gustavo, você só pensa nisso- resmunga enquanto eu sorrio com o que ela falou.

- você me conheceu assim baby, e pelo que eu me lembro você não reclamava em nenhum momento.

- eu não estou reclamando, e confesso que gosto de estar assim com você, e você vai ter que se controlar um pouquinho enquanto meus pais estão aqui.

- já que não tem jeito, mais depois que eles forem embora, iremos aproveitar enquanto podemos e depois é claro que você irá me recompensar pelos dias em que ficarei sem você- digo enquanto dou um beijo em seu pescoço, e vejo que ela fica toda arrepiada.

Apego no colo e a levo para meu quarto, a deito na cama e logo nossas roupas estão espalhadas por todo canto, está com a Lorena é algo maravilhoso e acredito que jamais irei me cansar de tê-la em meus braços.

Após alguns minutos nos amando finalmente estamos saciados, agora ela está deitada em meu ombro, enquanto eu fico alisando seu cabelo, esses momentos íntimos são sempre agradáveis e amo está assim com ela e saber que ela sente o mesmo é reconfortante.

- hoje você está tão distante- ela fala me olhando.

- não é nada, apenas pensando na virada que minha vida deu- beijo sua testa.

Minha tentação, meu amor ConcluídaLeia esta história GRATUITAMENTE!