OI MEUS AMORES SEI QUE DISSE ANTES QUE ALGUNS CAPITULOS ANTERIORES SERIA O ULTIMO NA VISAO DE ENZO,MAIS ACHEI QUE SERIA BOM TEMOS UM MOMENTO DE COMO ELE ESTA SE SENTINDO AGORA NA FASE DO RELACIONAMENTO DELE.ENTÃO FIZ UM RESUMO BASICO,ESPERO QUE GOSTEM DESCULPA A DEMORA.NÃO ESQUEÇAM DE VISITA A PAGINA DO GRUPO NO FACE LINK NO FINAL DO CAPÍTULO.

CAPITULO 13 - POR VICENCO

Amanda tem o dom de me enfurecer e me acalmar em questão de segundos, mais agora eu a teria em meus braços, sob meu teto e minha proteção. Estou muito feliz, por ela esta aqui comigo, vi seu rosto quando paramos na frente da minha casa, minha babina admirava a casa. Bom... agora é a nossa casa, a partir de agora seria nosso lar, sempre que eu a abraçava, beijava agradecia a Deus por tê-la ali. Quando a apresentei a Dalva minha governada, a mulher que me criou depois que meus pais morreram, ela passou a ser a minha segunda mãe, sabia que ela estava curiosa, afinal eu nunca havia levado nenhuma mulher para minha casa antes, esta casa é sagrada, era onde meus pais me criaram e se amaram.

Antes não acreditava em amor, achava coisa de pessoas fracas, mais Amanda me mostrou o quando eu estava errado, talvez por ser a mulher certa. Amanda é o meu anjo, minha babina, minha mulher, por ela serei capaz de tudo para sempre mantê-la ao meu lado, só de pensar que um dia ela possa me deixa, isso me mata por dentro, eu sei corro um grande risco, mas só se ela descobrir a verdade antes, que eu consiga possuir coragem para conta-la, mais até lá irei mantê-la as cegas de tudo.

Notei que Dalva havia gostado dela, quem não gostaria?!, ela é linda, meiga, ás vezes tem o gênio do cão, sua tenacidade se iguala a minha, ela é a mulher perfeita para mim.

Mais minha felicidade havia durado pouco tempo quando Michelle surgiu, descendo as escadas, mais o fim da picada foi sua coragem ao me beijar, nem era preciso olhar para Amanda, ela já deveria ter imaginado milhões de hipóteses para Michelle e eu, e nem uma delas deviam ser boa. Me afastei de Michelle minha vontade era joga-la pela janela, ela tentou ignorar, provocar Amanda mais eu não permitiria, mesmo minha babina tentado nos deixar as sós, suas palavra me feriram um pouco, mais nem fodendo eu deixaria ela sair, a única quem iria sai pela aquela porta e nunca mais volta era Michelle. Furioso seguro os braços de Michelle que se debate, mais sem me importa em ser educado a tiro o mais rápido possível, não sei como ela entrou aqui mais iria paga caro pelo seu atrevimento.

Passo minhas mãos pelo meu cabelo, o pior agora estava por vir enfrentar Amanda, quando me aproximo dela vejo seu rosto coberto por tristeza. Mais uma vez fiz merda para magoa-la de novo, xingo Michelle de todos os nomes mentalmente.

Como imaginava Amanda tirou conclusões precipitadas, bem erradas, na verdade quase. Para não perde-la acabei confessando sobre meu caso que tive com Michelle, foi um caso rápido, mais nunca teve importância, o único que me importa é este, Amanda era meu presente  e o meu futuro.

Fazer as pazes com Amanda é maravilhosos, sem dúvida sexo de reconciliação entro para minha lista, na verdade todas às vezes, com ela entraram para lista, fiquei esperando minha respiração se acalmar deitado sobre ela, ouvindo seu coração, eu amava fica assim agarrado, colado ao corpo da minha mulher, se eu tivesse que escolher um lugar para morrer, seria em seus braços.

Fecho os olhos sentido seus dedos em meu cabelo, adoro seus toques, seus beijos, seus carinhos, adoro tudo o que ela me dar, até seus momentos de fúria, tudo é novo para mim.

Lembro-me quando a ouvi cantar, estávamos assim depois de ter feito amor durante o voo, ela achava que eu estava dormindo eu conhecia a musica MY VALENTINE-MARTINA MCBRIDE, de repente me lembro.

_Droga Amanda. - grito como pude esquecer.

_Por Deus Enzo que me matar. - ela pergunta, mais não estou prestando muita atenção.

Engano PerfeitoLeia esta história GRATUITAMENTE!