Transformo a carta, raivosamente, numa bola de papel e quando vou atirá-la para o caixote do lixo paro.

E se isto for verdade, eu sempre quis conhecer o meu pai... isto pode ser a minha única oportunidade... Deixei a carta em cima da minha secretária, hoje mesmo falarei com a minha mãe para saber a verdade.Decidi que esse momento seria depois das aulas.Agora deveria estar a dormir.Tento afastar a dor do meu coração e dirigo-me para a cozinha para comer o pequeno almoço antes de ir para a escola.Quando chego lá, encontro um rapaz.

-AHHHHHHH!!!-começo a gritar dentro da cozinha mas este sujeito tapa-me a boca para eu não gritar mais.

-Mas tu és tonta?! Vais acordar a tua mãe e o meu pai.

O quê?! Que raio....

Sacudi-me para ele me largar.

-Quem és tu?-disse sussurando também tal como ele, mal este me largou.O quê?! porque é que estou a sussurar?!

-Eu sou o Jacob, filho de David.-disse estendendo-me a mão para me dar um aperto de mão mas eu não o fiz, ele logo abaixou a mão e ficou com uma cara magoada,mas eu não quis saber.

-Ahh...-apenas disse,virando-lhe as costas e começando a comer uma maça.Este seguiu-me, ugh que persistente.

-Tu deves ser a Rosaline,era para te conhecer ontem mas a tua mãe disse que fizeste uma birra ao facto dos nossos pais irem-se casar e sais-te de casa e não sabia a que horas chegavas..-disse num tom de voz divertido do qual a minha resposta foi um olhar irritado.

Este suspirou.

-Ouve, eu quero que saibas que também não gostei desta ideia mas se o meu pai está feliz eu também estou, por isso podemos tentar darmo-nos bem aos menos? Já que agora somos irmãos?-disse Jacob

-Meios irmãos.-corrigi praticamente rosnando.Este olhou-me magoado,suspirei.-Está bem,eu não gosto nada desta ideia da minha mãe se casar com um homem que não conheço de lado nenhum mas enfim...

Ele sorriu-me, tinha um sorriso bem bonito devo admitir, parecia aquele Jacob da saga Twilight ou lá como se chama... ri-me dos meus pensamentos estúpidos.

-Do que te ris?-perguntou

-Nada.Bem... vou chamar a mãe para nos levar à escola.

-Não é preciso eu levo-nos.Deixá-la descançar.

-Okay....-Supirei, hoje seria um longo dia, não estava à espera de ter um meio irmão ou sequer um padrasto enfim... vou tentar não me afetar com isto por mais que magoe.Jacob não parece mau miudo e eu já o conhecia de vista por estarmos na mesma escola mas eu não sei se estou preparada para isto, para esta nova rotina mas isso não impede de eu querer saber da verdade sobre o meu pai.Hoje mesmo obrigarei a minha mãe a contar-me a verdade.

-Rosaline?-Jacob chama-me, interrompendo os meus pensamentos, estamos quase a chegar à escola neste momento.

-Sim?

-Ouvi-te gritar esta noite no teu quarto... gritas-te praticamente toda a noite.Queres-me explicar o porquê?

Entrei em pânico.

And Now?Leia esta história GRATUITAMENTE!