Pergunto-me muitas vezes se ainda o amo... sinceramente, acho que não, mas ele não foi um simples amigo, ele foi o meu primeiro grande amor e é disso que eu sinto falta e tenho saudades, do seu amor, mas principalmente, tenho saudades do meu melhor amigo, sim, porque antes de ele ser meu namorado, ele era o meu melhor amigo e sempre partilhámos os nossos problemas um com o outro o que fez com que criássemos uma grande ligação e eu perdi-o quando ele se foi embora. Embora eu ainda tenha umas certas esperanças de que nos vamos voltar a encontrar, eu sei que nada vai voltar a ser como era antes. Muito provavelmente ele já seguiu com a sua vida para a frente arranjando uma namorada e agora já nem sequer se lembra de mim e isso deixa-me completamente de rastos, não só porque tivemos um passado juntos, mas também porque nunca cumpriu as suas promessas, deixando-me sem rumo.

Acabei de comer o meu jantar e fui tomar um duche, deitando-me logo de seguida. Amanhã ia dar um novo rumo á minha vida e ir trabalhar para uma das melhores agências de modelos é o primeiro passo.

NOVO DIA

Por muito incrível que pareça, acordei cheia de energia e com uma vontade enorme de refazer a minha vida e seguir em frente.

Tomei um banho relaxante, vesti-me, depois tomei um pequeno almoço decente, coisa que já não tomava desde que ele me tinha deixado, e finalmente saí de casa em busca da agência. Enquanto passava pelas ruas observava tudo á minha volta, Holmes Chapel e Londres são completamente diferentes, em Holmes Chapel não há muitos sítios onde ir logo é menos movimentado e Londres é completamente o oposto, tem milhares de sítios para ir, já para não falar da movimentação desta grande cidade, é simplesmente de loucos, pessoas a andar apressadas de um lado para o outro na esperança de chegarem a tempo ao trabalho, ou então turistas a visitarem calmamente todos os sítios e monumentos fascinantes desta capital, a verdade é que eu sempre gostei de lugares assim e o Harry também, por isso é que fazíamos planos em vir viver para aqui, mas parece que foi tudo por água abaixo.

Rapidamente achei a agência e entrei sorrindo para a rececionista que me encarou e retribuiu logo o sorriso mal entrei pela porta.

Eu: boa tarde, o meu nome é Mia Sparks, eu recebi uma carta na semana passada a dizer que tinha entrado para esta agência, tem alguma informação sobre isso?

Rececionista: boa tarde, ah sim, claro, o senhor Williams já me entregou os papéis onde vais ter de assinar e começas a trabalhar já amanhã, depois, vais sendo chamada quando houver alguns trabalhos para ti, por isso não tens horário fixo. Ah e o meu nome é Charlotte, mas podes chamar-me Char. -sorriu novamente.

Eu: muito bem, e onde é que eu assino?

Charlotte: ai em baixo.

Eu: já está. -sorri.

Charlotte: muito bem, então é tudo por hoje. Até amanhã!

Eu: ok, até amanhã! -lancei um ultimo sorriso e saí do edifício.

Para onde é que vou agora? Para casa não, porque não me vou por a deprimir, vou ao shopping, já não faço compras à tanto tempo e assim até desanuvio a cabeça.

Voltei novamente para as ruas frias de Londres e mais uma vez apreciei o facto de me encontrar na minha cidade de sonho. Um sorriso involuntário apareceu na minha cara, coisa que já não acontecia tão facilmente desde há 3 anos para cá. Sei que agora estou a começar uma nova fase da minha vida, coisa que já devia de ter acontecido logo no momento em que ele me deixou e nunca mais se lembrou de mim, não vou voltar a ser o que era, uma nova Mia nasceu e eu não a vou deixar ir embora.

Senti o meu telemóvel tremer no bolso das minhas calças e tirei-o para fora para a avistar "mãe" escrito no visor.

CHAMADA ON

I Still Love You || H.SLeia esta história GRATUITAMENTE!