Capítulo 01 - Traição

1.4K 145 79

 Vocês pensaram que eu não ia postar mais hoje, né? (Referências) HAHAHAHA 

~**~ 

O guarda me observou com a espada na mão e assumiu uma expressão confusa sem entender o que eu pretendia com aquilo, a única coisa que tirou sua atenção de mim foi mais uma explosão no portão principal que pareceu mais alta do que as que tinham nos atingido até agora. Ele precisou sair correndo do meu quarto e aproveitando sua ausência, Chidy se transformou e começou a voar em frente ao meu rosto. Uma raiva intensa queria me dominar, mas eu a controlei depois de encarar o pássaro que parecia agitado, querendo me dizer algo que eu não conseguia entender.

- Chidy, eu realmente não sei o que fazer com você – Murmurei preocupada enquanto olhava ao redor em busca de um lugar para guardá-la – Não quero deixa-la aqui porque não sei o que pode acontecer, mas também tenho medo de leva-la e acabar sendo irresponsável sem querer.

Pensar nessa possibilidade me fez lembrar dos outros presentes que eu tinha acumulado nos últimos meses. O Coração era importante demais para que pudesse ser tirado de mim. Fora os presentes da deusa. O que eu faria se eles fossem roubados? Um barulho alto no andar de baixo me fez virar e ir em direção à porta, abrindo-a. Porém me lembrar do beija-flor me fez retornar mais uma vez, era um dilema muito complexo.

- Chidy, você consegue se esconder? Voar para algum lugar apenas por um momento? – Questionei preocupada no instante em que abriram a porta mais uma vez. Vi brevemente o animal menear a cabeça e depois de estremecer, desapareceu.

Antes que eu deixasse a preocupação com o pássaro me dominar, me virei. Havia outro guarda na porta, ofegante.

- Desculpe, Alteza, mas a senhorita precisa vir comigo até o abrigo. – Ele disse

- Abrigo? – Ergui uma sobrancelha enquanto ajeitava a espada na mão

- Estamos sob ataque, senhorita. Precisamos ir.

Então o caos já havia sido espalhado, eu nem tive tempo de dizer qualquer coisa. O guarda não entendeu meu recado ao ajeitar a espada na mão, ir para o abrigo era o que eu não pretendia fazer naquele momento. Dei um passo em direção à porta e ajeitei minha adaga que já estava no cós da calça.

- Quero que leve meus amigos para o abrigo – Falei – Eu preciso resolver outra coisa – Respondi enquanto saía do quarto, passando ao lado do guarda e andava pelo corredor. Ele veio atrás de mim.

- Alteza, a senhorita é minha prioridade. Os homens vão invadir o castelo a qualquer momento. – Explicou, ele estava quase implorando

Me virei para ele, o homem parecia desesperado.

- Creio que esse ataque só eu possa resolver. Faça o que eu estou pedindo e não se preocupe. Leve meus amigos.

- Levar para onde? – Maya apareceu na porta do quarto, o rosto sonolento mostrando que ela já estava dormindo quando tudo começou – O que é todo esse barulho?

- O que aconteceu? – Foi a vez de Valerie perguntar aparecendo na porta de seu quarto – Está tudo bem?

Mais uma explosão se seguiu fazendo com que nos abaixássemos no reflexo no mesmo instante em que Peter, Ben e Christopher surgiam também no corredor. O barulho tinha sido bem mais alto e pelo som que veio logo depois, eu tinha a impressão de que a porta de entrada estava se partindo, me surpreendia que ainda não estivesse destruída. Foi o momento em que senti meu coração acelerar, o ar se tornou mais difícil de respirar. Andei em direção as escadas.

O Mistério de Allíshya - Perdida | Livro 03Leia esta história GRATUITAMENTE!