BÔNUS

632 67 20

DIA DO CASAMENTO

Dou um giro na frente do espelho, o vestido pomposo era tão apertado que me deixava sem ar, mas também me deixava perfeita e eu sorri para o meu próprio reflexo. Meiridi prende os grampos no meu coque e eu aperto suas mãos, encaro seus olhos negros por causa das lentes e sorrio ainda mais, apesar de toda a sensação boa ainda sentia que ela não estava completamente feliz e sentia isso ainda  mais forte em mim.

— O que está acontecendo, Midi?

— Como assim? Eu estou nervosa, você vai se casar. – Ela sorri sem mostrar os dentes.

— Sei. – Dou de ombros.

Seus olhos me encaram com firmeza e eu faço o mesmo, quebro o contato visual quando a buzina estridente nos avisa que é hora de ir. Sinto todo o meu corpo amolecer, ainda não conseguia acreditar que era real e que eu iria mesmo me casar com Will. Por anos, ele sempre foi tudo o que eu quis e depois ele sempre foi a melhor coisa que eu conquistei. Will Benett era o namorado perfeito de Summer Campbell e eu era a namorada perfeita de Will Benett. Éramos perfeitos juntos. Talvez esse fosse o grande problema, éramos perfeitos demais um para o outro. Afasto esse pensamento da minha cabeça de imediato e me concentro em pensar nos nossos melhores momentos e eram muitos.

— Sua carruagem chegou, princesa. – Meiridi ironiza e eu sorrio.

— Você não vem? – Franzo o cenho quando a vejo ficar parada enquanto eu desço as escadas.

— Eu vou em outro carro, não se preocupe. – Ela diz.

Umedeço os lábios e as empregadas me ajudam a descer com todas aquelas camadas de vestido, ainda me sentia estranha, meu coração parecia apertado e eu tento me distrair. Casar com Will... era isso o que eu sempre quis, não tinha porque me sentir mal. Eu era apaixonada por Will, sempre fui, seu toque me deixava nas nuvens e seu olhar me arrepiava se isso não era amor eu não saberia dizer o que era.

— Você esta belíssima, minha menina. – Meu pai me abraça com força e eu sorrio.

— Obrigada. – Sorrio. — Onde está mamãe?

— Ela já está na igreja, não se preocupe.

O casamento havia sido bem planejado, eu não queria tantas pessoas e por isso somente familiares estariam presentes e mesmo se eu quisesse, eu não tinha muitos amigos para isso. Só havia convidado Jake Rushell e Linda. Era melhor assim, não queria muitas pessoas. Minhas mãos estão suando como nunca, seco minhas palmas no vestido e fecho os olhos sentindo a brisa da janela.

Eu amo Will. E nós iríamos nos casar, talvez eu estivesse me sentindo sozinha por conta do bebê. Eu não gostava de pensar no bebê. Não gostava de pensar do sangue na banheira e nem das péssimas noites que vieram depois disso, balanço a cabeça em negação e meu pai apoia uma das mãos na minha enquanto dirige, sorrio.

— Esse é o seu dia, quero que fique feliz. – Ele diz focado na estrada.

— Eu estou, queria que Meiridi tivesse vindo conosco, mas ela não veio.

— Ela deve estar muito nervosa. Ela te ama. – Concordo com a cabeça e sorrio.

A entrada da igreja já está com alguns fotógrafos e eu respiro fundo, não gostava de ser o centro das atenções. Meu pai me ajuda a sair do carro com todo aquele pano do vestido e eu sorrio para as fotos, os flashes deixam minha visão embaçada e eu espero na frente da igreja.

Doce SeduçãoLeia esta história GRATUITAMENTE!