Capítulo 18 - Uma guerreira

317 57 84

Oops! This image does not follow our content guidelines. To continue publishing, please remove it or upload a different image.


Naquela noite Erik tinha se oferecido para ficar de guarda na fazenda Portfield, mas Kol recusara. Ele considerava a proteção de Anne um trabalho seu. Já trouxe problemas demais para a matilha.

A noite tinha começado de forma muito engraçada. Anne podia até ter feito cara de chateada quando ele sugeriu que ela contasse a todos que os dois estavam namorando, mas no final, acabou seguindo com esse plano.

Ver ela se esquivar das perguntas que a mente de Julia conseguia criar tinha sido um show particular para ele, que escutava tudo da floresta de pinheiros.

Então a noite tinha seguido e ele ouviu os resmungos de Anne na cama, seguidos de um grito quando ela acordou do que claramente só podia ter sido um pesadelo.

Ele escutou a garota dizer coisas como "eu fiz isso" e "o fogo... é culpa minha". E claro, a parte que mais o preocupava. O momento em que ela disse o seu nome.

Kol pensou ter ouvido errado, mas então ela repetiu uma, duas e mais vezes. Seja lá o que fosse seu sonho perturbador, ele fazia parte daquilo. Ela vai me contar, quando se sentir pronta. Vou esperar.

Pouco antes do amanhecer, Erik apareceu para que ele pudesse ir para casa descansar um pouco. Algumas horas eram só o que ele precisava.

Assim que chegou perto dos limites da floresta com os muros da propriedade, assumiu sua forma humana e caminhou calmamente até o portão frontal.

Os portões estavam abrindo e ele viu o carro de Malcolm saindo. O alfa parou assim que o viu se aproximar.

— Onde vocês estão indo tão cedo? — Kol perguntou, vendo que malcolm estava acompanhado por Dereck.

— Já faz alguns dias que mandei mensagens a outros Wulfenkind espalhados pelo condado. — Malcolm explicou. — Uma reunião foi marcada e eu vou encontrar com todos para atualizá-los quanto ao que está acontecendo.

— Eu vou com ele, só para garantir. — Dereck disse, apoiando o braço na janela. — É melhor não facilitar as coisas para os Desauridos.

Kol concordou com a cabeça. Malcolm já havia conversado com ele sobre isso. Eles tinham chegado ao acordo de que ninguém de fora da matilha de Clarence precisava saber sobre Anne.

Mas era importante que todos estivessem a par do tamanho do grupo de Desauridos que tinham visto até então e que estivessem prontos para se unir a eles quando finalmente descobrissem onde os malditos se escondiam.

Ele gostaria de estar pelo condado, procurando por pistas, mas sua presença ali era muito mais importante.

Sua estranha ligação com Anne o tornava a melhor opção para sua proteção. Ele tinha contado sobre esse estranho poder para os demais, e apesar de não saber explicar como aquilo funcionava, todos tinham concordado que ele deveria ficar por perto da semideusa.

A filha do fogo - Ragnarok Saga 1 (Vencedor Wattys 2018)Leia esta história GRATUITAMENTE!