Capítulo 17 - Um sonho real

338 54 151


Depois da conversa com Janet, Anne saiu do restaurante se sentindo muito mais tranquila

Oops! This image does not follow our content guidelines. To continue publishing, please remove it or upload a different image.

Depois da conversa com Janet, Anne saiu do restaurante se sentindo muito mais tranquila.

Não tinha admitido nem para si mesma o quanto toda aquela história sobre deuses, titãs e destino tinha mexido com ela.

Já era difícil ter descoberto todo um mundo novo. Saber que além disso, ela estava ligada a deuses condenados a morrer em uma grande batalha que iria destruir o mundo... isso não ajudava em nada à acalmar seus medos.

Tinha se perguntado a tarde toda se isso queria dizer que o seu próprio destino estava ligado ao dos deuses de Asgard.

Não tinha sido muito difícil entender qual era o papel do destino em toda aquela história. Malcolm e Kol deixaram claro que deuses e semideuses afetam as tramas do destino, eles não pareciam se referir ao destino apenas como uma crença, mas como uma força real.

E se o destino realmente existisse, Anne sabia muito bem qual era o que estava reservado a seus parentes divinos.

Mas a história de Janet e Lara a tinha ajudado a entender algumas coisas à respeito do Destino. Se os deuses podem lutar contra seu destino, eu também posso.

Quando deixaram o restaurante, ela estava se sentindo tão mais tranquila quanto ao seu futuro que se permitiu rir de Kol. Ele a tinha surpreendido com o quanto era capaz de comer! Enquanto ela e Janet conversavam, ele tinha repetido seu prato quatro vezes!

Estavam no carro, voltando para Clarence, quando ela finalmente não se conteve mais e precisou perguntar.

— Como você consegue comer tudo isso e ainda manter essa forma?

— Bom, lembre-se que tenho duas formas. — Ele disse, dando de ombros. — Eu como por dois, o tempo todo.

— Eu ainda não me acostumei com essa ideia. — Anne disse. — Como essa transformação funciona, exatamente? E como é que suas roupas não desaparecem depois que você muda de forma?

Kol riu muito quando ela disse aquilo.

— Como se fosse a primeira vez que ouço isso. — Respondeu, tentando segurar a risada. — Você precisa entender que eu não mudo fisicamente de forma.

— Como assim?

— Wulfenkind são, sempre, duas coisas e uma ao mesmo tempo. Quando somos humanos, não deixamos de ser lobos e vice-versa. Então, nossa transformação apenas muda a forma como os outros nos vêem.

— Entendo... eu acho. — Anne disse. — É como magia?

— Se você prefere ver dessa forma. Eu apenas vejo como algo natural. Assim como os seus poderes vão te parecer apenas como parte de quem você é.

— Quanto a isso... — Anne começou. — Sendo filha de Loki. Que tipo de poderes deveria esperar?

— Sinceramente? — Kol disse — É difícil dizer, seu pai é como um canivete suíço. Mestre das ilusões, senhor do fogo, metamorfo, trapaceiro. Pode escolher, Loki é conhecido por muitas coisas. Eu não iria me surpreender se você fosse capaz de se transformar em um pato cuspidor de fogo.

A filha do fogo - Ragnarok Saga 1 (Vencedor Wattys 2018)Leia esta história GRATUITAMENTE!