Capítulo 11 - Escolhas

306 25 109


O ambiente estava abafado e cheirava a suor, mas o fedor de tabaco predominava sobre todos os outros

Oops! This image does not follow our content guidelines. To continue publishing, please remove it or upload a different image.

O ambiente estava abafado e cheirava a suor, mas o fedor de tabaco predominava sobre todos os outros. John tentou mover os braços, mas seus membros ainda estavam fracos e dormentes.Sua visão começou a clarear e sentiu-se como se estivesse sendo observado. Logo percebera os fios em volta ao seu corpo, que o prendia em uma grade gelada a alguns centímetros do chão. Os vultos tomavam forma e questionou em um sussurro.

— Quem são vocês? E por que estou amarrado?

— Olá amigo... — disse Marcus sorrindo. — Sinto muito por isso, mas não podemos deixá-lo solto por aí, pois sabemos o que você é...

— Do que está falando?

— Não se faça de desentendido, você é a criatura que vem aterrorizando estas bandas, você é um lobisomem e uma das vítimas foi o irmão deste homem. — Marcus apontou para Robert que desejava mais que tudo sua vingança.

Ao receber um sinal sutil de Marcus, Robert lentamente se aproximou de John, que o encarava confuso. Apenas a alguns centímetros do lycan, sentiu seu punho ferver e acelerou-o em direção à face de John. O surpreendera com dois socos no rosto e o último direcionara ao estômago.

John, após absorver a dor, rosnou e começou a se transformar, seus olhos e presas já eram visíveis e recebera uma perfuração em seu abdômen, pois Robert possuía uma faca. — Garghhhh — John gemera de dor.

— Já chega! — Marcus ordenou e Robert se afastou limpando o sangue da faca com um tecido que tirara do bolso da calça.

John furioso cuspiu o sangue que se acumulará em sua boca o mais longe que pôde mirando nos caçadores. Soltara um sorriso sutil e começou a se mover em sua transformação, por sorte não tivera nenhum órgão vital perfurado. Mas fora surpreendido por uma sequência de choques ao tentar romper os fios conectados a algum tipo de bateria, que o fez parar de reagir e voltar ao normal.

Marcus sorrira se agraciando com a cena de seu prisioneiro.

John ofegava, devido à recuperação que se iniciara e perguntou.

— Como me encontraram?

— Isso foi fácil, as mortes de todas as suas vítimas foram um indicador de que não eram lobos comuns e também contamos com a ajuda de uma amiga sua. — disse olhando para a porta. — Podem trazê-la! — ordenou e Acira entrou sendo empurrada por um homem enorme, e ao encontrar o olhar surpreso de John, desviou deles.

— O que diabos está acontecendo Acira? — John gritou, mas ela permaneceu em silêncio.

— Você caiu direitinho... — o homem foi até ela que não conseguia olhar para John. — Ela nos levou até você!

— Quer dizer então que desde o início você esteve do lado deles? — John perguntou indignado e rosnou. — Como pôde se juntar a eles?

— Onde elas estão? — Acira questionou secamente Marcus com um olhar frio e ignorando John, forçando ao máximo para controlar suas lágrimas, pois o amava e a imagem dele preso e ferido a torturavam.

BloodLycan - A Saga dos irmãos Mool - Parte 1Leia esta história GRATUITAMENTE!