Capítulo 9 - A Caçada

163 31 31


Oops! This image does not follow our content guidelines. To continue publishing, please remove it or upload a different image.


Era madrugada. A temperatura estava a quase -2°C e a neve já decorava o ambiente. Os mantos de pelos grossos descendentes de longas linhagens que protegiam a gordura não os deixavam que a baixa temperatura os afetasse. Uma manada de bisões migrava pela região e a matilha conseguira apanhar um dos jovens, sendo uma noite de fartura.

— John, não se mova! — Acira gritou.

— Que foi? — perguntou e ficou imóvel.

Ela se aproximou hesitante como se fosse surpreender uma presa, o lambeu na bochecha e saiu mastigando algo rindo. — Tinha um pedaço em você!

— Como ousa a rir e se aproveitar de seu alpha! — ele a derrubou no chão em gesto brincalhão e começara a puxar sua orelha. Ela o empurrava com as patas traseiras e o mordia em sua pata esquerda.

— Aí qual é vocês dois! — Allec disse empurrando John, que caíra ao lado de Acira. — Vocês estão em cima da comida!

— Desculpa Al... — respondeu ambos. Os dois se entreolharam e John começou a lambê-la no focinho, limpando os vestígios de sangue. Acira retribuiu o carinho esfregando sua cabeça no pescoço dele.

Os três devoraram o jovem bisão, sobrando apenas os restos grudados aos ossos para algum animal carniceiro. Acira começara a morder e avançar contra Allec com intenção de derrubá-lo, mas ele se esquivava e retribuía os gestos. John, deitado próximo a uma raiz, apenas observava a brincadeira, que mais parecia uma dança entre os dois, mas em um instante escutaram algo na floresta e todos olharam na mesma direção.

John se levantou e começou a farejar, enquanto o silêncio predominava. — Caçadores... — sussurrou, suas orelhas e focinho ficaram inquietos farejando três direções. — Temos que ir agora! Estão em grande número e estão próximos... Rápido!

Acira e Allec obedeceram e correram, John foi logo atrás deles que pararam.

— Pra onde iremos John? — perguntou seu irmão.

— Pra longe, não parem! — e saiu na frente guiando-os.

— Vamos para os rochedos John e encontrar algum local pra nos escondermos! A neve irá atrasá-los. — gritou Acira.

— Certo!

John comentara algo, mas um cheiro familiar que vinha em sua direção atraiu a atenção de Allec, que começara a escutar seu coração pulsar bem alto, fazendo com que as palavras de seu irmão se perdessem no vento. Ficou curioso para saber o que era e foi se afastando do bando. Quando estavam próximos a um riacho parcialmente congelado, John e Acira começaram a atravessar para encobrir seus rastros, Allec hesitou, voltou uns 300 metros pela trilha que deixaram, escalou uma enorme árvore e se camuflou no topo dela. O cheiro que sentia se aproximava rápido até que avistou os faróis de um carro.

BloodLycan - A Saga dos irmãos Mool - Parte 1Leia esta história GRATUITAMENTE!