⚠ Twenty-Six ⚠

24.4K 2.2K 892

Estou aqui, tipo... Postei o capítulo anterior por brincadeira e... WOW! Quantos comentários... Vou fazer questão de responder um por um, aí conheço um pouco cada um de vocês, leitores maravilindos... Não liguem por minhas maluquices, exagerei na cafeína hoje... 

Bom, deem uma olhada em minhas outra obras Yaoi... "Perdition" já começou fazendo cosplay da casa do tio Lú... 

Enfim, como prometido... Aqui está mais um capítulo... 

Ah! Me desculpe pessoal de humanas, não quis ofender vocês... É porque história foi a matéria que mais me deu recuperação... Kkkk'

~~~~ <3 ~~~~

Boa Leitura!


"Preciso de uma cama, chocolate quente e muito carinho."

Jungkook P.O.V's

     Achei que estivesse em um tipo de pesadelo, quando acordei ouvindo barulho de vidros se quebrando e o grito de meu cunhado. Taehyung parecia desesperado, pedindo para Yoongi vir me acordar, mas não precisou, antes mesmo do mais novo toca a porta, já passei pela mesma, não me importando em vestir apenas a calça de moletom. Os barulhos ficavam mais altos, na medida em que descíamos os degraus. Foi quando ainda no fim do corredor, vi meu pequeno abaixado, chorando completamente assustado, e logo no canto, Minhyuk brigando com um homem.

     O aroma no ar era inconfundível, o mesmo que senti mais cedo, quando encontramos o tal caseiro. No mesmo instante, sabia que aquele alfa não era confiável, o olhar que lançou ao meu ômega, a forma como disfarçou a mordida nos lábios quando seus olhos fixaram nas coxas daquele que me pertence, nem mesmo se importou com minha presença, ao mostrar que desejava meu pequeno. Nesse ponto, Jimin ainda era inocente, ou talvez reconhecesse apenas meus olhares de luxuria. Havia comentado com Taehyung, para não se descuidar de Yoongi, que eu cuidaria da proteção de meu namorado.

     Quando vi Jimin tão acuado, indefeso, chorando como uma criança diante de uma ameaça, não precisei pensar duas vezes, para chegar a conclusão do que aquele homem estava prestes a fazer. E de uma coisa eu sempre soube, quando deixei aquele ômega entrar de vez em minha vida, ele é meu, e ninguém toca naquilo que me pertence, tão pouco o força fazer algo que não queira. Minha raiva subiu para níveis extremos, me fazendo lembrar os tempos de colégio, onde me enfiei e diversas confusões, aprendendo a me defender da melhor forma possível, então parti para cima do alfa nojento que estava no chão.

     Juntei uma das mãos em seu pescoço, e com a mão livre, fui desferindo golpes em seu rosto, o deixando completamente tonto, sem ter como se defender, se não fosse por Taehyung, teria o matado, sem dó nem piedade, assim como ele não teve quando decidiu entrar na casa, e agarrar o meu garoto. Naquele instante meu ódio era tanto quem nem mesmo havia tempo de pensar, meu cunhado me levou para longe, enquanto Minhyuk amarrava o alfa já desmaiado no chão. Meus olhos ferviam sobre aquele corpo nojento, querendo lhe cravar uma faca no meio certo do peito, apenas por imaginar o que ele teria feito, se não tivéssemos chegado a tempo.

     -Jungkook, olha para mim. –Taehyung se mantinha a minha frente, parecia ler minha mente ou algo do tipo.

     -Fique vigiando ele, irei até o vilarejo e trarei os policiais. –Minhyuk pareceu pegar a chave da moto, e correu para fora da casa.

     -Vai atrás de Jimin, eu cuido disso aqui. –Meu cunhado disse, conseguindo tomar minha atenção. –Acho que ele está no quarto da senhora Park, tome cuidado com o que irá dizer ao garo...

Sweet Poison ⚠ Jikook ABO ⚠Leia esta história GRATUITAMENTE!