Dietas e condições polêmicas do K-Pop

113 2 0
                                          

Todos os kpoppers sabem que a maioria dos k-idols dão conhecidos pelas longas jornadas de trabalho e por suas dietas mirabolantes.

Devido a busca sem limites pelo sucesso, muitos artistas deixam a saúde de lado e alguns até afirmam que as condições de trabalho são de extrema escravidão. É normal que os grupos treinem o dia inteiro antes de realizarem o debut durante um período de 4-5 anos. Toda a sua vida de trainee será controlada, desde a sua alimentação até o modo como agir, isso tudo com o objetivo de construir uma imagem que agrade ao público.

O integrante Brad, do trio Busker Busker, revelou recentemente o quão precária são as condições do trabalho são para os artistas. Além disso, o rapaz cotou que não pôde ter contato com o mundo exterior e esteve submetido a uma dieta de Tofu e vegetais, o que fez com que ele emagrecesse 11 quilos.

Se você acha que essa situação muda após o debut, você está incrivelmente enganado.

Podemos citar as integrantes Sojung, do grupo Ladie's Code, que devido a pressão por ter um corpo perfeito pelos padrões estratégicos coreanos, comia pequenas porções de comida ou passava dias sem comer nada e como é de se esperar, ela ficou quase um ano sem menstruar. Para quem não conhece esta situação, a linda k-idol estava anoréxica e este triste fato seguirá a mocinha por toda a vida. Os coreanos, como sabemos, adoram encobrir o que pode manchar a imagem pública do país, por isso, rapidamente após essa notícia, a agência do grupo publicou fotos de Sojung comendo frango frito.

Na indústria de kpop conhecemos algumas dietas loucas como a de Park Bom (2ne1) que come apenas melancia; a dieta do grupo Mine Muses de comer tudo aquilo que couber dentro de um mini copo de papel; as meninas do Sistar que comem ovos e vegetais nos dias das apresentações.

As agências são mais responsabilizadas por isto, mas os fãs também têm uma grande parcela de culpa, pois são os kpoppers que sustentam essa indústria! Entretanto, enquanto a cultura em geral valorizar este determinado tipo de agência, esta será a realidade que os k-idols enfrentarão.

&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&

Oi, gente.

Sei que isso não tem nada haver com esse livro, mas...

Estou pensando em fazer um novo livro divulgando novas histórias. O que vocês acham? Me ajudariam com esse novo projeto?

Dia de uma kpopperOnde as histórias ganham vida. Descobre agora