⚠ Twenty Four ⚠

26.9K 2.4K 1.4K

Só para contrariar um pouquinho... Aproveitando que está frio aqui hoje... Oh, maravilha! 😍

AVISO: Capítulo contendo Smut / Lemon...

Organizando excursão para casa do Tio Lu... 😏

PASSPORT NOW, PLEASE!!! 😈

Boa Leitura! ❤

“Teu corpo... Que coisa linda, é do jeitinho que eu gosto. É maravilhoso saber que você é meu. Sentir o prazer que você tem, ao se deixar comigo...”


Jungkook P.O.V’s

     Estava deitado em nosso quarto, apenas a espera do meu ômega, que naquele instante, trocava algumas palavras com a mais velha. Jimin insistiu em conversar com a avó por alguns minutos, já que não se viam à bastante tempo por conta da viagem que a mesma fez com algumas amigas. Mas passei a acreditar, que talvez aquilo fosse um pretexto, já que mencionei o quão atarefada seria nossa noite. Os objetos que iria utilizar, já estavam na primeira gaveta do criado mudo, guardei por não querer assustá-lo, mas confesso que estou ansioso para ver as reações de seu corpo.

     Comecei a bocejar, quando o vi entrando sorrateiramente no quarto, possivelmente imaginando que eu estivesse dormindo ou algo do tipo. O menor arrancou a calça de moletom, permanecendo apenas com uma de minhas blusas, e sua boxer preta. Assim que seus olhos bateram contra os meus, ele levou um pequeno susto, levando as mãos até o lado esquerdo do peito. Me levantei lentamente, seguindo até a porta, e a tranquei, fazendo questão de verificar se estávamos de fato seguros, e que ninguém iria nos atrapalhar.

     O ômega observava cada passo meu, desde a porta, até a janela, para fechar à persiana, em seguida, abaixei a luz do quarto, deixando a mesma o mais fraca possível, mas ainda o suficiente para enxergar cada curva de seu corpo. Coloquei uma música em notas baixas, não queria que os outros acordassem, e virassem ouvintes de nossa noite de amor. Me aproximei lentamente, tendo seus olhos cravados em meu peitoral descoberto, e seu lábio inferior ser preso entre os dentes, ele não tinha mesmo a noção de como aquilo me afetava.

     Juntei minhas mãos à barra da camisa, a puxando para fora de seu corpo sem maiores cerimônias, e ali estava ele, meu ômega, meu bebê, com a pele tão macia como seda, tão clara que me dava vontade de marcá-los em todos os lugares, tanto com as palmas de minhas mãos, quanto com meus lábios que ansiavam por ele. Apenas aquela visão, já foi o suficiente para fazer meu membro despertar, começando a apertar dentro de minha boxer, mas antes de libertá-lo, queria torturar um pouco meu adorável namorado, fazê-lo pagar por cada minuto da vez que me amarrou.

    Minhas mãos foram direto para seus quadris, dando impulso para entrelaçá-los em minha cintura, senti seu membro também já rígido, e um gemido baixo escapar, quando o mesmo acertou meu abdômen. O carreguei até a cama, apenas o encarando, não iria beijá-lo, não sem antes amarrá-lo com toda a força. Deixei seu pequeno corpo sobre o colchão, descendo os lábios apenas para roçar levemente aos meus, e quando ele se aproximou para selá-los, me afastei, soltando uma pequena gargalhada.

     -Ainda não, bebê. –Beijei o ponto abaixo de sua orelha. –Confia em mim?

     -Só não me machuque. –Jimin já disse de forma sôfrega, como se pressentisse o que estava para acontecer.

Sweet Poison ⚠ Jikook ABO ⚠Leia esta história GRATUITAMENTE!