Capítulo 1 - Os Mool's

1K 74 185


Já amanhecia em Lakehaven — Alaska, quando Barbara terminava de preparar o café

Oops! This image does not follow our content guidelines. To continue publishing, please remove it or upload a different image.

Já amanhecia em Lakehaven — Alaska, quando Barbara terminava de preparar o café. Foi em direção as escadas que se destinava ao corredor dos quartos. Entrou sorrateiramente e escancarou as cortinas do quarto dos filhos. Estava determinada a não deixá-los faltar hoje.

— Hey queridos, acordem!

— Que horas é mãe? — perguntou John tampando o rosto devido ao aparecimento da luz da manhã.

— 06h, querido. — respondeu enquanto pegava algumas roupas espalhadas pelo chão. — E nem pensem em querer faltar! Já não foram na semana passada por causa da reunião dos professores. — Foi até a cama do outro filho e sacudiu levemente o pé dele para que acordasse. — Allec, acorda! Vocês vão se atrasar.

— Hum? — Allec resmungou.

— Vamos, levanta. Você também John. — enquanto caminhava em direção à porta para se retirar disse. — O café já está pronto, não me façam voltar aqui hein.

— Tá bem... — resmungou os irmãos.

Ambos levantaram com um pouco de desânimo devido ao sono, mas em questão de minutos já estavam bem despertos.

Os olhos de Barbara Aniery Mool lembravam um lago calmo, espelhando um denso céu azul de verão, com cabelos encaracolados castanho claro, quase dourados. Como de costume sempre disposta toda manhã a preparar o pequeno almoço do marido, que saía às 05h30min para o trabalho e também preparava o café de seus filhos. John era o mais velho com 16 anos e Allec com 7. Ambos possuíam olhos azuis semelhantes aos da mãe, porém seus cabelos eram bem lisos e negros como a cor da escuridão, no qual herdaram do pai. Mas o que seus pais haviam transmitido em comum a seus filhos era um tipo de sangue especial. A linhagem da licantropia, que significava ser descendente dos lobos, que num passado distante adquiriram a capacidade de falar a língua dos humanos e também a se transformar em um deles. Com o passar do tempo, os que herdavam os genes passaram a nascer como humanos, mas mesmo assim se sentiam mais "confortáveis" em suas formas de lobo. Os dois eram cientes disso, mas nunca haviam se transformado. Seus pais diziam que cada um teria um tempo certo, não havendo uma idade exata para a transformação.

Às 06h20min todos estavam sentados à mesa tomando café. Após o término, os garotos subiram para o quarto novamente para pegarem o material. Barbara embrulhava os lanches deles para o intervalo quando retornaram, prontos para ir.

— Aqui. São seus lanches preferidos. — deu um beijo na testa de cada um.

— Obrigado mãe. — John respondeu com um sorriso e se retirou.

— Obrigado mamãe, até mais tarde. — Allec disse indo em direção ao irmão.

— Até meus amores. — ela aguardou na porta até que eles se distanciassem de sua visão e sumissem entre as árvores.

BloodLycan - A Saga dos irmãos Mool - Parte 1Leia esta história GRATUITAMENTE!