Capítulo 13

9 0 0

  Foi preciso algumas horas para o limpador de neve e um caminhão reboque limparem a estrada da montanha e puxarem o carro de Lindsey de um monte de neve. Ela tivera uma tremenda noite louca com os caras da banda, mas ficou surpresa pelo quão normal eles eram enquanto tomavam café da manhã e brincavam um com o outro para achar quem escondera a calcinha de Vanessa.  Owen gostou especialmente de deixar Vanessa irritada. Lindsey tinha certeza que ela estava exagerando sua exasperação com os cinco, mas era difícil interpretar Vanessa.

   Quando seu carro foi limpo e ficou pronto para fazer a viagem de volta para casa, Lindsey quase não quis dizer adeus a eles.

   - Até mais, caras. - Vanessa disse. - Obrigada pelos múltiplos orgasmos.

   O motorista do caminhão reboque, praticamente caiu de bunda com esse anúncio. Ele conseguiu arrastar-se para fora da calçada e subir na cabine do caminhão.

   Lindsey não foi tão indecente em sua despedida, mas estava igualmente grata pelos múltiplos orgasmos. Sorrindo e acenando para eles, sabendo que nunca mais iria ver qualquer um deles de tão perto novamente, se perguntou por que isso a deixou um pouco triste. O que eles haviam compartilhado fora apenas sexo - um tremendo monte de sexo incrivelmente excitante - mas que não significou nada.

   Lindsey embarcou no carro e viu o ônibus se afastar, indo na direção oposta de sua cidade natal chata.

   - Isso foi divertido. - Vanessa disse quando Lindsey manobrou o carro cautelosamente pela ladeira íngreme.

   - Sim. - Lindsey concordou. - Grandes caras!

   - Não me lembro de já ter tido um Natal melhor.

   Lindsey riu.

   - Esse foi muito memorável.

   Vanessa examinou suas unhas.

   - Você sabe, se virar agora e seguí-los, aposto que poderíamos ter um Ano Novo muito feliz, também.

   - Vanessa, maldita garota, você e sua vagina com tesão vão nos levar a ser mortas. - Ela disse isso, mas não se impediu de contemplar fazer um retorno proibido.

   - Estou prestes a saltar deste carro e disparar atrás deles.

   Vanessa franziu os lábios para tentar abafar uma risada. Conseguiu por quase três segudos, antes de estourar numa gargalhada. Lindsey não pode evitar ser pega pela hilariedade da situação.

   Quando as duas pararam de rir, trocaram um olhar de saudade, mas numa última análise, continuaram na direção de casa.

   - Feliz Natal, Lindsey! - Vanessa disse.

   - Feliz Natal, Nessi!

   

Compartilhe-me / Uma Noite com Sole Regret 0.5Leia esta história GRATUITAMENTE!