Capítulo 4 - Quando as coisas parecem dar certo

464 75 77

O almoço naquela tarde transcorreu de forma mais natural e fácil do que Anne poderia ter esperado

Oops! This image does not follow our content guidelines. To continue publishing, please remove it or upload a different image.

O almoço naquela tarde transcorreu de forma mais natural e fácil do que Anne poderia ter esperado. Jack e Julia lhe deram as boas vindas à fazenda como se ela já fosse família, e nenhum deles a perturbou com perguntas sobre seu passado ou como era sua vida antes de Portfield.

Em vez disso Jack, que era um rapaz moreno com belos olhos cinzas, alto e meio magrelo contou sobre todas as festas legais que tinham na cidade, que não eram muitas, ele admitiu com tristeza, mas sempre que o tédio batia ele e os amigos do time de basquete iam até Buffalo para ter o que fazer.

— Vocês são os Corvos? — Anne perguntou.

— Uhum. — Jack confirmou após colocar um pedaço enorme de bife na boca. Pareceu surpreso por ela perguntar, mas fez seu melhor para disfarçar e agir como se fosse algo natural. — Ouviu falar de nós?

— Sim, eu... — Anne começou a explicar.

— Há! Viu só Julia? — Jack disse aos risos apontando o garfo para Julia. — Eu disse que estávamos chamando a atenção no estado. Até na Grande Maçã já falam sobre nós!

— É sério? — a garota perguntou, meio incrédula.

— Na verdade, — Anne disse, sem jeito. — eu ia dizer que li o nome do time na placa de entrada na cidade.

Foi a vez de Julia rir, e ela quase engasgou no processo. Até mesmo John não conseguiu ficar sério diante da cara de desapontamento do jovem super star Jack.

— Desculpe... — Anne disse, encolhendo os ombros e fazendo cara de arrependida.

Jack apenas riu e voltou a sentar. Se serviu de um pouco mais de carne.

— Tudo bem, ainda vamos chegar lá. Aposto que este ano levamos o campeonato estadual.

— Você só vai ter que estar vivo para ver esse dia chegar. — John avisou. Não deixando de reparar que aquele era o terceiro pedaço de bife do garoto. — E isso não vai acontecer se David descobrir que você o deixou sem carne para a janta.

Depois de comer, Jack foi ajudar John com alguma tarefa da fazenda e Julia se encarregou de ajudar Anne a acabar de desempacotar suas coisas e se instalar. Ela tinha uma personalidade calma e agradável, que fez Anne se sentir à vontade.

Julia tinha um sorriso simpático e belos olhos amêndoa que combinavam com seus cabelos loiros cacheados e rosto levemente arredondado. Ela parecia e se vestia como uma modelo teen de capa de revista e Anne tinha a impressão de que nunca a veria mal vestida. Nada disso a transformava no tipo patricinha fútil e chata, muito pelo contrário, ela parecia o tipo de pessoa que não só é uma boa ouvinte mas que também genuinamente se importava com os demais a sua volta. Por mais que ela tire sarro de Jack, tá na cara que ela o vê como um irmão.

Elas passaram a tarde ouvindo música e refazendo o layout do quarto que iriam dividir. Julia admitiu aos risos que era muito espaçosa e que tinha se acostumado a ter o quarto só para si, mas sua animação e disposição em ajudar deixaram claro que ela estava achando incrível a ideia de ter uma colega.

A filha do fogo - Ragnarok Saga 1 (Vencedor Wattys 2018)Leia esta história GRATUITAMENTE!