V

17 2 0
                                                  


Foram meses assim.


Eu terminava, eu sonhava, eu voltava. Ele sempre estava lá para me receber, sorrindo, pronto para reconstruir o trapo de
pessoa que havia restado. Às vezes eu resistia alguns dias, talvez uma semana. Às vezes uma noite era suficiente para me fazer
voltar correndo aos seus braços. Acordava viciada em seu amor, e, mesmo que na vida real eu tivesse só uma fração mínima
daquilo, era melhor do que nada. Quem sabe eu fosse louca. Quem sabe eu realmente o amasse e aquelas eram só minhas dúvidas fúteis de pré-adulta.


Desisti. Não terminaria mais com ele. Não tinha motivo. Os sonhos eram alguma prova de que deveríamos estar juntos.
Parece tão tolo agora, mas na época fazia todo o sentido. Sonhar com a mesma pessoa por meses, isso... Mexe com você. Te faz
questionar seus sentimentos conscientes.

Sonhei com VocêOnde as histórias ganham vida. Descobre agora