Capítulo 86

3K 235 62

Charlie estava vindo em nossa direção. Sem entender o que acontecia Savannah correu para trás do meu corpo. Enquanto eles algemavam Matthew. 

- Acho que houve algum engano - Charlie fala, mas mesmo assim eles não dão ouvidos.

- Matt me diz que isso é mentira - peço , mas por um momento ele olha para Savannah com um olhar baixo.

Como se não fosse proibido, pessoas estavam com seus celulares na mão, filmando. Eu estava em choque. Matt estava sendo levado de mim, mais uma vez.

- Tem como vocês parar de filmar? - gritei, um homem me olhou de forma sarcástica.

- Sorria você está sendo filmada - O imbecil falou.

- É melhor você abaixar essa droga de câmera - sem pensar duas vezes eu acabo dando um tapa na mão do desconhecido e fazendo que seu celular caia a á uns dois metros no chão.

- Você tá louca garota? - ele acaba me empurrando para trás. - Você acabou de perder seu namorado, quer perder sua vida?

Dou mais um passo para trás, era uma encruzilhada. Eu não devia ter feito nada disso. Savannah estava no colo de Charlie, enquanto Jenna sua esposa vinha até mim, com um copo de água.

- Ei querida, melhor vir aqui para a cozinha - enquanto eu bebia a água, minha cabeça girava. Tudo podia ser uma brincadeira, podia mesmo. Eu esperava que seria. Ou então eu estava encrencada.

- Emma, você sabia de alguma coisa? - Charlie pergunta, enquanto Sasah pede sorvete para Jenna.

- Não, ele não havia contado nada - respirei fundo, para não surtar. - Nem mesmo uma atitude estranha ou o comportamento diferente. Nada.

O celular dele começa a tocar, a foto de Macollin aparece na tela. Em questão de segundos seu pai já havia descoberto.

-Fala Macollin - Charlie, caminha até a beirada da grande pia. - Acabaram de levar ele- esfrega a mão na testa. - Tudo bem vou dizer a ela.

Depois de guardar o celular ele fica mais calmo.

Mas até aonde o limite de Matt iria?

- Eu vou ter que te levar para a casa de Katherine - como assim? E o apartamento de Matt?

- Isso é desnecessário, digo.. É algo sem importância. Preciso ir até o apartamento pegar minhas coisas primeiro.

- Tudo bem.

***

Micael

Ver Matt numa situação dessas era pesado. Sempre foi muito chegado, mas era complicado eu ficar tempo demais falando com ele.

- Desculpa cara, eu não deveria ter feito nada - a voz dele mal dava de escutar.

- Bah Mano, o pior é a Emma. Já parou pra pensar que ela não merecia isso. Ela precisava de ti, tu fez besteira cara.

Matthew tinha que se afastar de Emma. Ou seria pior para ela.

- Ela tem que ficar segura - concluiu.

- Sério? Não diz - começo a rir. - Você sabe que é melhor acabar com tudo. Ela vai só sofrer.

- Eu vou pagar a fiança, e já era.

- Já era pra ela, se tu continuar pisando na bola. Já dei meu recado. Vou embora, antes que sobre pra mim.

Sem mais e menos, não olhei para trás. Ele tinha que entender que seria melhor para todos. Manter distância.

Matt sempre defendeu os amigos, mas dessa vez ele foi longe demais. Tudo por causa da Karen, que ja estava bem. Agora ela pensa, que a culpa é dela. Mas não é. Não mesmo. Ela surtou dizendo que quer contar para a polícia sobre tudo. Ela ta louca.

Se ela contar todos, vão acabar se ferrando. Todos que participaram desde o começo. Então era melhor Emma, ficar longe de Matt.

Para que nada de ruim acontece-se com ela.

Querida BabáOnde as histórias ganham vida. Descobre agora