Cap 25- Vamo sair?

9.8K 507 101

Especial 2k-
5/7

Gustavo~

Acordo e vejo a My ainda dormindo,me levanto sem fazer barulho e vou para o banheiro,coloco um shorts e uma regata e desço pro café,meus pais viajaram e a Thamires ainda não voltou entao... Não tem pão,pego um dinheiro e vou até a padaria.

My~

Acordo as 9:45 e nem sinal do Gustavo,vou até o banheiro e escovo os dentes,pego e visto uma blusa dele (que pareceria um vestido em mim) e desço para tomar cafe.
Não acho nada para comer então vou para sala assistir desenho,escuto passos vindo em minha direção e em seguida meus olhos serem tampados.

Voz gostosa- Adivinha quem é?-fala no meu ouvido me fazendo arrepiar.

Eu- Oh será que é o velho do saco?!- Digo ironica.

Gustavo- Não sou velho.- Cruza os braços se sentando do meu lado.-

Eu- Owwn diculpa,magoou foi?- Fasso voz manhosa apertando sua bochecha.

Gustavo- Magoou e voce mecheu com minha furia,merece ser severamente castigada.

Eu- E voce é quem pra me castigar?

Gustavo- Seu pai e voce a filha travessa.- Sento no seu colo.


Eu- Oh papai,desculpa não queria te magoar,não me castigue.- Provoco.

Gustavo- Só por mentir pra mim vai levar uma palmada e por me magoar um castigo mais severo que pode esperar.- Me beija e da um tapa forte na minha bunda,me fazendo gemer baixo e ele soltar um sorriso malicioso.

- Filho,sua irmã já chegou?- Pulo do colo do Gustavo e olho vendo Leila.

Gu- Não mãe,ah olha quem ta aqui.- Me puxa indo até ela.

Leila- Oi... Myrella?- Eu acinto.- Quanto tempo,voce tá bem?

Eu- Oi Leila,eu to sim na medida do possível e voce?

Leila- Tambem,Gustavo fala pra sua irmã que o seu pai quer falar com ela.

Gu- Meu pai ou o Guto?

Leila- Seu pai,eu já vou to atrasada beijos.- Vai em direção a porta- Juizo viu.- Grita.

Ficamos assistindo series e comendo sorvete.

(Essa parte da Angel é de quando ela ficou fora por um tempinho)
Angel~

Estou voltando pro Rio de janeiro (sim o colegio é no Rio),eu e minha mãe fomos resolver uma coisa seria sobre a carreira dela,tinhamos ido para Bahia e eu sempre vou com minha vó para não ficar sozinha,volto para o Rio e paramos na casa da minha tia Andrea,tocamos a campainha e logo um senhor vem nos atender.(hoje é sexta a noite)


Senhor- O que desejam?

Mãe- Eu queria falar com a minha irmã Andrea.

Senhor- Oh sim,a senhora Andrea me avisou que vinham,podem entrar e fiquem avontade.

Fomos até a sala falar com minha tia foi a mesma coisa de sempre "Meu Deus como você está grande,esta tao linda",então nem vou comentar,estavamos comendo biscoitos quando um ser humano desce as escadas.

A Marrenta No Colegio InternoLeia esta história GRATUITAMENTE!