⚠ Three ⚠

39.9K 5.3K 2.9K

AVISO: Sinto falta de votos e comentários... ;-;

Boa Leitura!!! ❤   


"Se você errou, peça desculpas... É difícil pedir perdão? Mas quem disse que é fácil ser perdoado?"


Jungkook P.O.V's

     Depois da bronca que minha mãe me deu, sem motivo para variar, precisava sair para espairecer, então decidi levar Jimin para dar uma volta, não pretendia demorar. Mas encontrei um grupo de amigos em um bar, o mais novo parecia desconfortável, ficou o tempo inteiro sentado, encolhido em uma mesa do canto. Acabei pedindo uma bebida para mim, e o menor preferiu um suco natura, menos mal ele ainda era menor de idade. Apesar de estar distraído no meio das garotas, meus olhos sempre estavam sobre o ômega.

     Jimin permanecia sentado em um canto, observando toda a bagunça a sua volta, enquanto me distraía juntos às ômegas e betas, que estavam soltas pela pista. Minutos depois, o mais novo se levantou, e seguiu rumo ao banheiro, acabei não dando tanta importância. Deixei meu corpo ser guiado pela música alta, enquanto tentava esquecer a briga de mais cedo, acabei me distraindo mais que deveria, e não demorou para um cheiro doce impregnar o lugar. Está certo que o local estava repleto de ômegas, mas o aroma que tomou minhas narinas, era o mesmo que senti mais cedo, no quarto do menor.

     -Oppa, por que está tão distraído? –Uma beta que mal conhecia, tentava me beijar.

     -Preciso ir, me desculpe. –Distanciei a mesma, apenas lhe dando um beijo na bochecha.

     Entrei no corredor que dava acesso ao banheiro e assim que adentrei ao cômodo, percebi que um alfa estava caído, limpando um filete de sangue que corria por sua boca. O aroma de Jimin ainda estava no local, procurei em todas as cabines, mas ele não estava mais lá.

     -Está procurando aquele maldito ômega? –O homem perguntou com certo ódio. –Se eu encontrar aquele moleque, vai arrepender de ter nascido.

     -O que fez a ele? –Joguei o maior contra a parede. –Se aproxime dele e encontrará sua morte.

     -Ele lhe pertence por acaso? Não vi uma marca no pescoço do garoto, pelo contrário, senti seu cheiro de inocência, e céus, que tipo de droga é aq... –Não deixei o mesmo terminar de dizer, lhe dei outro soco, atirando seu corpo no chão.

     Sai completamente desesperado, Jimin era minha responsabilidade, e não o encontrava em lugar nenhum. Depois de muito procurar, cheguei à conclusão de que talvez ele estivesse pego um táxi, e já se encontrava em casa, em seu quarto para ser mais exato. Subi em minha moto, pilotando na velocidade mais alta que consegui, nem me importando com possíveis multas. Na verdade, o que não essas punições perto das broncas de senhora Jihyo?

     Quando retornei, já estavam todos dormindo. Percebi o carro de Taehyung estacionado na porta, meu irmão também já havia retornado. Estava prestes a entrar na casa, quando escutei um choro baixo, então me deixei ser guiado pelo som. O barulho abafado, me levou até uma parte afastada do jardim, onde havia uma simples casa na árvore. O som vinha de dentro da mesma, então escalei os galhos com certa facilidade.

     Era um local espaçoso, bem projetado para dizer a verdade. Tudo ali tinha a cara do ômega, inclusive ás paredes em tons lilás. Assim que entrei no local, me deparei com Jimin sobre uma espécie de colchão de ar, encolhido parecendo se esconder de algo, me senti extremamente culpado. O ômega estava com o rosto coberto, e a forma que apertava o pequeno cobertor entre as mãos, denunciava a intensidade do medo que estava sentindo.

Sweet Poison ⚠ Jikook ABO ⚠Leia esta história GRATUITAMENTE!