⚠ Two ⚠

44.5K 4.5K 3.3K

Boa Leitura!!! ❤ 


"Se não confia em si mesmo, não permitirá que confie nos demais."


Jimin P.O.V's

     Meu pai estava feliz, de fato senhora Jihyo fazia bem a ele, e termos mais pessoas na casa, me deixava mais aliviado. Passava a maior parte do tempo trancado em meu quarto, já que o mais velho vivia viajando. Aproximei melhor foi Yoongi, temos a mesma idade e o fato do garoto também ser um ômega, me trouxe um pouco mais de segurança. Não é que tenho ódio de Alfas, é que a maioria deles me assusta, meu professor é um, Namjoon consegue colocar medo quando quer, tenho pena de seu marido, Seokjin é um ômega bastante educado, além de ser o diretor de nosso colégio.

     Yoongi acabou se mudando para o mesmo colégio que o meu, facilitando que nos tornássemos bons amigos, já seu irmão, preferia nem chegar perto, parecia aqueles alfas cheios de si, que curtem a vida como poder, pois sabe que não criaram caso. Estava tudo perfeito, até o mais velho receber a tarefa de nos levar para a escola, e nos buscar no final do turno. Me encolhia da forma que podia dentro do carro, evitava até mesmo não lhe dirigir a palavra.

     Meu pai saiu em uma pequena viajem, e justo na semana que não me sentia bem, Jihyo acabou me ajudando como pode o fato de ter uma médica em casa, se tornou a melhor coisa. Apenas uma injeção, foi capaz de cortar minha dor incomoda, e a mais velha disse que poderia se tratar dos sintomas iniciais do meu primeiro cio. Depois disso não sai mais do quarto, não fui ao ultimo dia de aula na semana, passei o dia todo trancado, com medo. Sempre soube que o cio poderia chegar a qualquer momento, e que o primeiro é sempre o pior deles, e pedia aos céus, para que não ocorresse no meio da rua, sei o quão difícil é fugir de um bando de alfas famintos, por um ômega puro.

     Minha mãe sempre me disse para guardar minha virgindade, independente de quantos cios que eu passe, mas me entregar apenas ao alfa que me fará feliz de verdade. Ela prometeu estar ao meu lado, quando passasse pelo meu primeiro cio, mas a maldita doença não deixou isso acontecer. Mas Jihyo está ali, e mesmo não sendo quem me criou, se mostrou disposta a me ajudar quando isso ocorrer. Ela só disse que devo me manter forte, dura pouco mais de uma semana, e não é aconselhável tomar inibidores na primeira vez.

     O problema é que agora temos outro alfa em casa, e esse alfa é completamente irresistível e um tanto egocêntrico. Com apenas uma semana de convivência, notei que Jungkook pouco se importava com o sentimento das pessoas, quero dizer, a forma que conversava com as garotas ao telefone, praticamente dispensando elas depois de uma noite de diversão. Por isso preferi me manter afastado, e confesso que fiquei assustado, quando o mesmo veio me acordar.

     Jungkook passou a noite fora, Yoongi havia viajado com Taehyung, e meu pai ainda estava viajando a negócios. Ficamos apenas Jihyo e eu, e tivemos um momento quase mãe e filho. Consegui conversar sobre algumas coisas com a mais velha, inclusive tirar duvidas a respeito do período de cio, o que me deixou um pouco assustado. Acabei indo dormir bem tarde, e deixando a mesma ainda na sala, dizendo que iria esperar o mais velho.

     Quando Jungkook me acordou, percebi algo diferente em seu olhar, sem contar o fato que seu cheiro ficou um pouco mais forte, e céus, que aroma maravilhoso. Não sei porque fiquei tão sensível a esse tipo de coisa. Ele me aguardou na porta, enquanto me trocava, por um momento me senti envergonhado, o mais velho me viu apenas de boxer e uma blusa de frio, e para completar minha "desgraça" seu abdômen definido estava a mostra, esse maldito alfa vai me deixar louco.

Sweet Poison ⚠ Jikook ABO ⚠Leia esta história GRATUITAMENTE!