2.6

822 42 19

Mia


Ridículo, ridículo, mil vezes ridículo!

Eu vi ele com ela. Um dia me diz coisas bonitas, no outro já está com outra ou me ignora. Eu o odeio.

Meu chefe é o homem mais idiota do mundo.

Adentro por sua sala com meus saltos, que por acaso estão fazendo o belo trabalho de acabar com meus pés.

"Cala a boca, não quero que estrague meu dia." digo enquanto me sento na cadeira em frente a sua mesa.

Ele me olha incrédulo.

"O que foi que disse?" pergunta sem acreditar.

"Disse que tem reunião hoje às 14h." digo e reviro os olhos.

"Eu sei." diz simplesmente.

Então não deveria ter contratado uma secretária atoa.

"O que?" pergunta ele.

Droga, pensei alto demais.

"Nada,Sr Ford." digo.

" O que é que você tem,Mia?" pergunta ele, me perfurando com seu olhar.

Vontade de te matar, talvez.

"Nada. Bom, já que já sabe de seus compromissos de hoje vou me retirar." digo

Ele apenas assente com a cabeça.

Cretino.

"Mia?" chama alguém assim que me sento em minha poltrona nada confortável.

"Oi." digo me virando para a pessoa.

"Vai embora." digo assim que reconheço o rosto.

Esse com certeza odeio mais que James.

"Preciso falar com você,angel. Me ouve, por favor." começa ele.

"Não temos nada para conversar." digo firme.

"Sei que não vai acreditar em mim, mas eu realmente não fiz aquela merda." diz num tom amargurado.

Reparando bem, sua situação não está das melhores. Ele emagreceu, tem olheiras em seu rosto e uma expressão cansada, totalmente o oposto de sua antiga animação contínua que tanto me irritava.

"Olha, Andrew. Não quero me lembrar disso, e você não deveria vir até o meu ambiente de trabalho me encher com suas mentiras, então acho melhor ir embora." digo, já me irritando.

"Porra,Mia... Eu preciso... Eu tenho recebido ligações..." começa a dizer

"Toda pessoa com vida social ativa recebe." murmuro.

"Não ligações normais. Me ligam falando sobre.... você." diz, como se tivesse com receio de dizer as palavras alto.

"Ata. Então minha mãe tem te ligado?" reviro os olhos.

"Droga, vê se entende. Eles não falam coisas boas como sua mãe falaria."

Que conversa mais estranha.

"Hmmmm." digo simplesmente.

"Mia, quero dizer que tem alguém que sabe onde você está na maior parte do tempo, e que não quer fazer coisas amigáveis com você."

Ele enlouqueceu?

Tudo bem que não tenho muitos amigos, mas também nunca cultivei inimigos.

"Olha, Andrew, essa conversa tá ficando meio estranha... Melhor ir embora." suspiro.

Meu Chefe É ( LIVRO PAUSADO)Leia esta história GRATUITAMENTE!