Cap-03

4.1K 309 40

espero que gostem.

xxxxxx

Lorena Bittencourt

faz um mês e meio que estou morando aqui, e tudo está indo as mil maravilhas, o trabalho com o Lucas e a Isabela está maravilhoso. Estou super adaptada ao ritmo louco daqui, até o fórum lotado, as conversas fiadas, enfim. Como eu disse, estou adaptada a minha nova rotina.

E a uma semana eu me mudei para meu apartamento, presente do meu pai. O mesmo incumbiu o Eduardo de me ajudar a encontrar um apartamento no mesmo condomínio que ele e a Laura moram, sob a alegação de ser um condômino fechado e com muita segurança, pois a maioria dos moradores são muito ricos, não foi difícil encontrar um apartamento aqui, afinal o Eduardo usou sua influencia e dois dias depois eu estava assinando o contrato de compra, então foi só mobiliar e me mudar.

Na compra das mobílias contei com a ajuda das meninas, e para arrumar tudo, contei com a ajuda do Lucas e do Eduardo, o cretino do Gustavo foi também, mais não ajudou em nada, ficou apenas deitado no sofá e mandando em todo mundo.

Inicio flash back

Era um dia de sábado e eu iria arrumar meu apartamento, estava ansiosa, por mais que eu ame a minha irmã, eu queria ter meu canto, e fiquei feliz por meu pai entender. Ele só quis que eu morasse perto da Laura, então meu apartamento ficou perto do apartamento deles dois. Eu acordei cedo, vesti algo confortável e desci para tomar o café da manhã, e não demorou muito para que Laura e Eduardo descessem também.

- bom dia= falo para os dois, assim que se sentam para tomar o café da manhã.

- bom dia- respondem juntos.

- só me expliquem, porque eu tenho mesmo que ir com vocês?

- porque eu vou precisar de você e do seu irmão para fazerem a parte pesada, que é montar os moveis, e se precisar, muda-los de lugar.

- dispenso, leve o Lucas

- você vai sim- digo a ele- você é um cunhado muito legal e vai me ajudar sim.

- ou ele vai ficar na seca por tempo indeterminado- Laura fala e eu racho de sorri da cara que ele fez.

- isso é chantagem, e chantagem é crime amada esposa.

- só se for com tuas nega, porque o senhor não vai ficar de boa aqui, e nós duas nos matando.

Após o café da manhã nós vamos para meu apartamento, nós chegamos junto com Lucas, Isabela e o traste do Gustavo, me encarando com um sorrisinho sarcástico.

- bom dia, que bom que vieram- eu digo.

- eles eu até entendo que estão aqui, mais e eu? Porque estou aqui?- ele pergunta nos encarando.

- também não sei seu chato, estou tão surpresa quanto você.

- então vou embora- ele fala e se vira para ir embora mais Eduardo segura no braço do tio.

- se eu vou passar o dia todo aqui, você também vai amado tio.

- vai se ferrar Eduardo- Eduardo não fala nada, apenas mostra o dedo para o tio.

- Gustavo, já que você veio, não custa nada ajudar. E garanto que você não irá ficar muito tempo aqui- Isabela diz e ele revira os olhos.

Minha tentação, meu amor ConcluídaLeia esta história GRATUITAMENTE!